Vigia é encontrado morto após ser atacado por cães de guarda da raça pit bull em Ribeirão Preto, SP

31 de março de 2021
noticia- caes de guarde aluguel

Vítima de 54 anos foi atacada durante primeiro dia de trabalho em obra no Recreio Anhanguera. Cães faziam guarda antes da contratação do vigilante e deveriam ter sido retirados por locadora, segundo advogado de empresários responsáveis pelo barracão.

Um vigia de 54 anos foi encontrado morto na madrugada deste sábado (27) em um barracão em obras onde trabalhava depois de ser atacado por dois cachorros da raça pit bull em Ribeirão Preto (SP).

Segundo a Polícia Militar, o ataque aconteceu após um desencontro de informações entre os donos do barracão, no Recreio Anhanguera, e uma empresa que fazia a locação dos cães de guarda.

De acordo com o grupo de empresários dono da obra, os dois animais tinham sido alugados pela empresa antes da contratação de Itamar Soares Ferreira para a vigilância do barracão, mas já não deveriam ter sido deixados no local na sexta-feira (26) pois o contrato para utilização dos bichos estava encerrado.

A firma responsável pela locação dos cães informou, em nota, que o dono está fora da cidade, mas tomou conhecimento dos fatos, lamentou a tragédia e vai se reunir com os funcionários que trabalham com os cães para apurar o ocorrido. Comunicou também que todos os empregados são orientados a se certificar da ausência de pessoas nos locais em que os cães são deixados soltos.

O caso será investigado pela Polícia Civil como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Viaturas da PM em frente a barracão onde vigia foi encontrado morto após ser atacado por cães em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV

Viaturas da PM em frente a barracão onde vigia foi encontrado morto após ser atacado por cães em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd