Quando você deve castrar seu cão para evitar riscos à saúde? Um estudo científico abrangente que avaliou 35 raças de cães, propõe novas diretrizes.

23 de julho de 2020

Algumas raças de cães têm maior risco de desenvolver certos tipos de câncer e distúrbios articulares se castrados antes de completar 1 ano de vida.   Até agora, os estudos avaliaram esse risco apenas em algumas raças. Um novo estudo, que durou 10 anos, realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Davis, examinou 35 raças de cães e descobriu que a vulnerabilidade a castração varia muito, dependendo da raça. O estudo foi publicado na revista Frontiers in Veterinary Science.

“Existe uma enorme disparidade entre diferentes raças”, disse o principal autor Benjamin Hart, professor emérito da UC Davis School of Veterinary Medicine. Hart disse que não existe uma “receita única” quando se trata de riscos à saúde e à idade em que um cão é castrado. “Algumas raças desenvolveram problemas, outras não. Algumas podem  desenvolver distúrbios articulares, mas não desenvolvem câncer ou vice-versa.”

Os pesquisadores analisaram 15 anos de dados de milhares de cães, que foram atendidos   todos os anos no Hospital Universitário de Medicina Veterinária da UC Davis para tentar entender se a esterilização, a idade da esterilização ou as diferenças de sexo quando esterilizadas podem ter relação a determinados tipos de câncer e distúrbios articulares entre as raças. Os distúrbios articulares examinados incluem displasia coxo-femural, lesões do ligamento cruzado craniano e displasia do cotovelo. Os cânceres examinados incluem linfoma; hemangiossarcoma ou câncer das paredes dos vasos sanguíneos; mastocitomas e osteossarcomas. Na maioria das raças examinadas, o risco de desenvolver problemas não foi afetado pela idade da castração.

DIFERENÇAS DA RAÇA POR TAMANHO E SEXO

Os pesquisadores descobriram que a vulnerabilidade a distúrbios articulares estava relacionada ao tamanho do animal.

“As raças menores não têm esses problemas, enquanto a maioria das raças maiores tende a ter distúrbios articulares”, disse a co-autora Lynette Hart, professora da Faculdade de Medicina Veterinária da UC Davis.

Uma das surpreendentes exceções a isso foi entre as duas raças gigantes – dog alemão e o lébrel irlandês  – que não mostraram risco aumentado de distúrbios articulares quando castrados em qualquer idade.

Os pesquisadores também descobriram que a ocorrência de câncer em cães menores era baixa, castrados ou inteiros. Em duas raças de cães menores, o Boston terrier e o shih tzu, houve um aumento significativo nos cânceres com a castração.

Outra descoberta importante foi que o sexo do cão às vezes fazia diferença nos riscos à saúde quando castrados. Os terrier de Boston fêmeas castrados no padrão de seis meses de idade, por exemplo, não apresentavam risco aumentado de distúrbios nas articulações ou câncer em comparação com cães intactos, mas os terrier de Boston machos castrados antes de um ano de idade tinham riscos significativamente maiores.

Estudos anteriores descobriram que a castração de Golden retrievers em qualquer idade aumenta o risco de um ou mais cânceres de 5% para 15%.

DISCUTIR ESCOLHAS COM VETERINÁRIOS

Os donos de cães nos Estados Unidos estão optando por castrar seus cães, em grande parte para impedir a superpopulação de animais, a quantidade de animais em abrigos e a eutanásia. Nos EUA, a castração cirúrgica é geralmente realizada aos seis meses de idade.

Este estudo sugere que os donos de cães devem considerar cuidadosamente quando e se devem ter seus cães castrados.

“Achamos que é uma decisão do dono do animal, em consulta com o veterinário, não as expectativas da sociedade que devem ditar quando a castração”, disse Benjamin Hart. “Esta é uma mudança de paradigma para a operação mais comumente realizada na prática veterinária”.

O estudo estabelece diretrizes para donos de animais e veterinários de cada uma das 35 raças para ajudar na tomada de decisão de esterilização. Veja detalhes na publicação do periódico abaixo.

Fonte:

Materiais fornecidos pela Universidade da Califórnia – Davis. Original escrito por Amy Quinton.

Referência do estudo mencionado:

Benjamin L. Hart, Lynette A. Hart, Abigail P. Thigpen, Neil H. Willits. Assisting Decision-Making on Age of Neutering for 35 Breeds of Dogs: Associated Joint Disorders, Cancers, and Urinary IncontinenceFrontiers in Veterinary Science, 2020; 7 DOI: 10.3389/fvets.2020.00388

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami