MP pede que Polícia Civil investigue veterinária que tomou 3ª dose das vacinas contra a Covid em Guarulhos, na Grande SP

6 de julho de 2021
noticia veterinária 3 dose

Promotores pediram que Jussara Sonner seja investigada pelos crimes de falsidade ideológica e infração de medida sanitária preventiva. Ela disse nas redes sociais que tomou a 3ª dose para se sentir ‘mais protegida e viajar para onde quiser’. ‘Anotaram meu nome em uma folha timbrada, quando cair no sistema já será tarde’, escreveu a veterinária.

Por Isabela Leite e Rodrigo Rodrigues, GloboNews e G1SP

O Ministério Público de São Paulo, através da Procuradoria de Justiça de Guarulhos, na Grande SP, requisitou à Polícia Civil a abertura de inquérito para apurar a suspeita de prática de crimes da veterinária Jussara Sonner, que admitiu nas redes sociais ter burlado o sistema de vacinação e tomado a terceira dose da vacina contra a Covid-19.

Após solicitação da Prefeitura de Guarulhos, os promotores pediram à polícia que a veterinária seja investigada pelos possíveis crimes de falsidade ideológica e infração de medida sanitária preventiva, previstos no Código Penal brasileiro.

Além da investigação policial, a veterinária também é alvo de apuração da Secretaria da Justiça e Cidadania, órgão do governo do estado de SP, que anunciou nesta sexta-feira (2) que investiga 19 pessoas que furaram a fila da vacinação contra a Covid-19 no estado.

Seis dessas 19 pessoas tomaram a 3ª dose das vacinas, entre elas a veterinária da Grande SP.

O Ministério Público afirmou que investiga 55 casos de ‘fura-fila’ da vacina contra a Covid-19 no estado de SP. Pelo menos 22 investigações são criminais e podem levar à prisão dos denunciados, segundo levantamento da GloboNews (veja lista aqui).

Redes sociais

Jussara Sonner foi vacinada com as duas doses da Coronavac em fevereiro e março na UBS Vila Fátima, em Guarulhos, e tomou a dose única da Janssen na UBS Uirapuru na quarta-feira (30) por vontade própria.

Nas redes sociais, Sonner publicou o comprovante das três doses e declarou que tomou a terceira dose para se sentir “mais protegida e viajar para onde quiser”.

“Sei que nenhuma vacina é totalmente segura porque não houve tempo para a realização de testes. Mas como no início do ano tomei a vacina estava bastante incomodada com isso. Esperei o tempo necessário – 3 meses- e hoje consegui tomar a Janssen. Me sinto mais protegida e com dose única estou liberada para viajar para onde quiser”, disse ela em rede social.

Quando questionada por uma outra pessoa na publicação como tinha conseguido burlar o sistema de vacinação, Jussara informou que foi até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que estava sem computadores para verificar se o nome dela já constava no sistema de vacinação.

“Uma sorte, anotaram meu nome em uma folha timbrada, quando cair no sistema já será tarde”, afirmou.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/07/02/mp-pede-que-policia-civil-investigue-veterinaria-que-tomou-3a-dose-das-vacinas-contra-a-covid-em-guarulhos-na-grande-sp.ghtml

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd