Mercado pet: 5 opções de investimentos na área de franquias

9 de julho de 2021
noticias-franquias

De petshop à farmácia de manipulação, as franquias pet estão cada dia mais diversificadas

Gabriela Campos

Se antes a atuação do mercado pet se resumia apenas às clínicas veterinárias, hoje esse portfólio sofreu um aumento considerável, passando a incluir as redes de clínicas veterinárias nacionais; os pet shops, que muitas vezes parecem shoppings de produtos pets; as farmácias de manipulação; as creches; e tantas outras novidades do setor que surgem de tempos em tempos.

Esse aumento no portfólio levou também a um salto expressivo no faturamento do setor. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), em 2019 o Brasil obteve um faturamento no mercado pet estimado em R$22,3 bilhões, o que o colocou na quarta posição no ranking mundial do setor. Já em 2020, o faturamento foi ainda maior, chegando aos R$40,8 bilhões, de acordo com o Instituto Pet Brasil.

Se o faturamento no setor está só crescendo, investir em uma franquia pet passa a ser uma ótima oportunidade de negócio. Contudo, algumas dúvidas bem específicas podem surgir, como: será que eu preciso amar pets para investir em uma franquia deste segmento?

De acordo com o Diretor de Expansão da rede Padaria Pet, Arquelau So, uma das boas práticas na hora de se tornar um franqueado de negócios pet é ter uma equipe de colaboradores sensíveis ao meio de atuação.

“Em nossa rede, por exemplo, exigimos que os atendentes e gerentes da loja tenham pets ou no mínimo já tenham tido, pois isso será fundamental para que eles consigam compreender a conexão que o cliente possui com o pet dele”, explica.

Já no caso dos franqueados, ou seja, dos donos do negócio, Arquelau ressalta que o mais importante é que o empreendedor entenda quem é o seu cliente e as necessidades dele. “Para o franqueado, o mais importante é que ele compreenda de uma forma muito lúcida e clara a dor e a necessidade do cliente que ele deve atingir ao comercializar os produtos e serviços”, ressalta ele.

Dessa forma, empreendedor, se você não tem muito contato com pets em sua rotina, mas está disposto a mergulhar neste universo, para entender e sentir as dores e delícias deste segmento: se joga no investimento! Agora, se para você o comércio de produtos e serviços pets é algo 0% interessante e que não cativa o seu interesse, buscar uma outra opção pode ser um bom caminho.

Lembrando sempre que uma franquia pet é um negócio que deve ser levado de forma responsável e firme como todos os demais. Nada de deixar o livro-caixa ou as planilhas do estoque bagunçadas e depois colocar a culpa no cachorro, hein!

Fonte: https://www.terra.com.br/economia/mercado-pet-5-opcoes-de-investimentos-na-area-de-franquias,5bfe2b9d170005bc7f89f287d0b75268uz53moag.html

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd