Mais de 2,5 mil pessoas participam de evento híbrido do CRMV-PR sobre Saúde Única

22 de novembro de 2022

O futuro da humanização, bioética e o direito das pessoas, animais e plantas foi um dos temas debatido

O IV Simpósio Internacional de Saúde Única; VI Simpósio Paranaense de Saúde Única e I Encontro dos Grupos de Saúde Única do Brasil, realizados nos dias 3, 4 e 5 de novembro, foi mais um marco para a Saúde Única global. Promovido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado Paraná (CRMV-PR), por meio da Comissão Estadual de Saúde Única, o evento contou com a presença de líderes de grupos de One Health de várias partes do Brasil, pesquisadores, médicos-veterinários, profissionais da saúde de diversas áreas do conhecimento.

“É uma grande satisfação promover mais um evento internacional de Saúde Única no Paraná. Ao assumirmos em 2017, uma das nossas prioridades foi a saúde única. Desde lá tivemos diversas iniciativas, entre elas a que resultou na aprovação do projeto de lei instituindo o Dia Estadual da Saúde Única, que agora celebramos pela primeira vez junto com o Dia Mundial de Saúde Única – no dia 3 de novembro”, ressaltou o presidente do CRMV-PR, Rodrigo Távora Mira.

“É importante destacar, ainda, os desafios que temos pela frente. Um deles é alcançar o pleno entendimento do conceito e também trabalhar fortemente no ensino em todas as carreiras envolvidas na saúde única.”, completa Mira.

O simpósio foi transmitido de Curitiba e integrou nos formatos presencial e on-line representantes dos setores público, privado e acadêmico. No total, houve 25 palestras presenciais e oito transmissões digitais, com mais de 2.532 visualizações no YouTube, considerando os três dias de evento.

Temas discutidos

Líderes da comunidade indígena e das populações vulneráveis abordaram o tema da biodiversidade, enquanto líderes internacionais somaram à discussão com apresentação de métricas para abordagem e avaliação da saúde única, de sistemas integrados para a sustentabilidade do planeta e da economia, bem como a preocupação com as mudanças climáticas.

Houve vários temas debatidos: O futuro da Saúde Única, humanização, bioética e o direito das pessoas, animais e plantas; A saúde única na América Latina e no Brasil; Segurança alimentar, saúde humana e animal; Panorama mundial pós-pandemia e perspectivas futuras da saúde única; Políticas públicas e iniciativas realizadas com foco em pessoas em situação de vulnerabilidade e com transtornos mentais.

O evento começou com as boas-vindas do presidente do CRMV-PR, Dr. Rodrigo Távora Mira; seguido por fala do secretário-geral do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV),  Hélio Blume; da médica-veterinária e pesquisadora em saúde única na Universidade de Washington (EUA), Christina Pettan-Brewer; da coordenadora da pós-graduação em Ciência Animal, Renata Macedo; do presidente do CRMV-RJ, Romulo Spinelli, e da presidente da Comissão Estadual de Saúde Única (Cesu/CRMV-PR), Cláudia Turra Pimpão.

“Temos um papel fundamental na saúde. Nós, médicos-veterinários, precisamos continuar somando esforços, criando uma consciência sobre a saúde humana, ambiental e animal, bem como trabalhar de forma efetiva em programas e políticas que atendam às necessidades e ansiedades apontadas durante o simpósio, porque não existe saúde única sem saúde animal. Destacamos ainda o papel do Brasil neste contexto, porque somos o maior laboratório em atividade no mundo, em função dos recursos naturais e humanos, sua biodiversidade em ação”, afirmou o médico-veterinário e secretário-geral do CFMV, Hélio Blume.

Palestrantes

O médico-veterinário e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Alexander Welker Biondo, foi um dos palestrantes no encontro e abordou o tema acumuladores de animais. “O acúmulo de animais é um transtorno obsessivo compulsivo que, claramente, envolve a saúde humana, animal e ambiental. O evento foi uma excelente oportunidade para colocar o tema que temos trabalhado em nosso dia a dia em evidência nacional e internacional, da mesma forma que podemos acolher a visão e experiências de outras áreas como da Medicina, Enfermagem e Economia, entre outras, sobre o mesmo assunto”.

“Nosso desafio agora é como membros de vários ministérios, associações, profissionais, sistemas de governança entrar em contato para discutir e estabelecer políticas públicas nacionais de saúde única.  A união de todos com a inclusão de todos os setores trabalhando juntos demonstra o fortalecimento e sucesso da Saúde Única no Brasil – um modelo de Saúde Única Global”, destacou a médica-veterinária, pesquisadora saúde única – Universidade de Washington / EUA e representante na ONU – One Health Expert Advisor, Christina Pettan-Brewer.

As palestras gravadas já estão disponíveis no canal do CRMV-PR no YouTube: dia 03dia 04 e dia 05.

Fonte: CRMV-PR, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.

©2022 Vetsapiens. Todos os direitos reservados.
Proibida reprodução total ou parcial deste website sem autorização prévia.

OneWeb