Gato encontrado morto em BH testa positivo para raiva; caso é o 1º registrado em felinos em 36 anos

2 de janeiro de 2022

Por Rafaela Mansur e Danilo Girundi, g1 Minas e TV Globo

A Prefeitura de Belo Horizonte confirmou que um gato encontrado morto na Região da Pampulha com suspeita de raiva testou positivo para a doença. Este é o primeiro registro de raiva em felinos na capital em 36 anos – o último foi em 1985.

Desde o dia 15 de dezembro, o Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado está fechado por causa da suspeita. Segundo o Executivo, a ação é preventiva, já que o animal foi encontrado fora das imediações do parque.

A raiva é uma doença transmitida ao ser humano pela saliva e por secreções de animais infectados, principalmente por mordeduras, arranhaduras e lambeduras. Cães e gatos são a principal fonte de infecção, mas morcegos, raposas, gatos do mato, saguis, gambás, bois e cavalos também são transmissores.

A doença se apresenta como uma infecção do cérebro e leva ao óbito em quase 100% dos casos.

Em Belo Horizonte, não há registro de casos de raiva em cães desde 1989, e de raiva humana, desde 1984. Neste ano, foram diagnosticados 24 morcegos positivos para a doença, o que motivou o fechamento do Parque Municipal por vários meses.

Vacinação reforçada

 

Por causa da suspeita inicialmente e, agora, confirmação do caso de raiva, a prefeitura ampliou os pontos de vacinação de animais contra a raiva na cidade.

Além do Centro de Controle de Zoonoses (Rua Edna Quintel, 173 – São Bernardo), a vacina é aplicada nos seguintes endereços:

  • Barreiro: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Barreiro (CECG-B) – Avenida Antônio Praça Piedade, 68 – Bonsucesso – 7h às 16h
  • Leste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Leste (CECG-L) – Rua Antônio Olinto, 969 – Esplanada – 7h às 16h
  • Noroeste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Noroeste (CECG-NO) – Rua Antônio Peixoto Guimarães, 33 – Caiçara – 7h às 16h
  • Oeste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Oeste (CECG-O) – Rua Alexandre Siqueira, 375 – Salgado Filho – 7h às 16h
  • Pampulha: Avenida Professor Magalhães Penido, 770 – São Luiz – 8h30 às 16h30

 

Devem ser imunizados cães e gatos com idade a partir de 3 meses, gestantes ou não. Segundo o município, para a vacinação, recomenda-se levar os cães contidos por corrente ou guia e, de preferência, conduzidos por adultos. Os gatos devem ser levados em gaiolas ou transportadores.

O que fazer em caso de suspeita

 

Sempre que algum bicho com suspeita de raiva é recolhido, são realizadas ações de prevenção e bloqueio vacinal para evitar novos casos em animais domésticos.

Em caso de identificação de um animal com comportamento anormal, a prefeitura orienta que a população não deve tocar ou tentar remover o bicho. É necessário acionar imediatamente os serviços de zoonoses da capital, para que uma equipe seja enviada ao local e faça o recolhimento de forma adequada. Os telefones são (31) 3277-74113277-74133277-7414 ou 156.

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd