EUA querem equipar cães militares com óculos de realidade aumentada

8 de outubro de 2020
Noticia eua querem equipar

Equipamento permitirá que soldados emitam comandos ao animal mesmo que de longe; objeto já é utilizado para proteção do cão durante atividades no exército

Leticia Riente, editado por Daniel Junqueira 07/10/2020

Exército dos Estados Unidos está com uma nova estratégia para combate: cães que usam óculos de realidade aumentada no campo de batalha. O acessório já é comum aos membros caninos das Forças Armadas americanas, mas apenas para proteção. No entanto, com o novo equipamento, o cão poderá visualizar obstáculos e receber comandos de longe, mesmo que um soldado não o esteja acompanhando fisicamente na empreitada.

O aparato foi desenvolvido pela empresa Command Sight, inclusive fundada em 2017 com a premissa de melhorar a comunicação humano-animal em combates. O óculos para cães possui uma câmera para que treinadores possam visualizar tudo que o animal está vendo no momento. Com esta funcionalidade, os soldados podem dar comandos mesmo que estiverem longe do “melhor amigo do homem”.

Reprodução

Novo equipamento ajudará cães e soldados em combate. Créditos: ANURAKE SINGTO-ON/Shutterstock

Para entender a importância do equipamento, cabe destacar que normalmente cães militares são utilizados em patrulhas do exército para identificar explosivos, mas os treinadores devem estar próximos para emitir qualquer comando. Com os óculos de realidade aumentada, este processo torna o cão mais independente, assim como dá mais liberdade para o soldado em campo de batalha. A união do objeto com a tecnologia também evita que bombas sejam detonadas por engano, por exemplo.

A intenção é que por já estarem acostumados com óculos de proteção durante suas atividades no exército, os cães não tenham grandes dificuldades para se acostumar com a novidade.

De qualquer forma, ainda há muito caminho pela frente para que a solução seja efetivamente colocada em campo de batalha. Os desenvolvedores do aparato têm estudado a percepção e o comportamento canino para tornar a ferramenta mais eficaz.  Mesmo assim, a Command Sight já garantiu o financiamento para a próxima fase do projeto, que deve ganhar várias melhorias em até dois anos.

Cães robôs

As Forças Armadas dos Estados Unidos parecem mesmo gostar de cães! Em setembro, a Força Aérea dos EUA testou o uso de “cães robóticos” para patrulhar perímetro da base aérea de Nellis, em Nevada. O Vision 60 da Ghost Robotics foi projetado especificamente para uso militar, em missões de inteligência, vigilância e reconhecimento.

Fonte:https://olhardigital.com.br/noticia/eua-quer-equipar-caes-militares-com-oculos-de-realidade-aumentada/108345

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami