Dois novos locais são reconhecidos como Patrimônio das Baleias em uma etapa importante para a proteção da vida silvestre

6 de fevereiro de 2021

Tenerife-La Gomera, de Tenerife (Espanha), e Dana Point, da Califórnia (Estados Unidos), recebem o título de primeiro Whale Heritage Sites (Local de Patrimônio das Baleias) na Europa e nas Américas, respectivamente

“Esses novos locais de Patrimônio das Baleias são superimportantes na proteção da vida silvestre por oferecerem uma alternativa viável e sustentável às atrações cruéis com animais.”

Crédito da imagem do cabeçalho: Francis Pérez

Whale Heritage Sites é um modelo de acreditação global desenvolvido pela World Cetacean Alliance e apoiado por nós, da Proteção Animal Mundial.

O objetivo desse método é reconhecer destinos excepcionais que oferecem e celebram a observação responsável e sustentável de baleias e golfinhos selvagens, oferecendo, assim, à indústria do turismo uma maneira de proteger a vida silvestre marinha e apoiar práticas sustentáveis.

Boat and dolphin in Dana Point, USA - Capt. Dave's Dolphin & Whale Safari

Golfinho nadando ao lado de um barco em Dana Point, nos Estados Unidos. Foto: Capt. Dave’s Dolphin & Whale Safari

Tenerife-La Gomera, de Tenerife (Espanha), e Dana Point, da Califórnia (Estados Unidos), contrastam fortemente com as atrações cruéis de animais marinhos em cativeiro, onde os animais são forçados a realizar acrobacias e truques, como o SeaWorld.

Oportunidade de assistir uma variedade de espécies de baleias e golfinhos

Tenerife-La Gomera é, há muito tempo, um local conhecido por oferecer aos visitantes a possibilidade de assistir baleias e golfinhos na natureza. A certificação de Whale Heritage Sites reconhece o compromisso da comunidade em respeitar e celebrar esses animais.

Atualmente, existem 28 espécies de cetáceos encontradas nas águas da ilha – a maioria é de imigrantes ou sazonais, mas entre as espécies que são residentes locais estão as baleias-piloto de barbatana curta, cachalotes e golfinhos nariz-de-garrafa.

Bottlenose dolphin in Tenerife - Pixabay David Mark

Golfinho nariz-de-garrafa pulando da água em Tenerife-La Gomera. Foto: Pixabay-David Mark

Já Dana Point é chamada de “Capital Mundial da Observação de Golfinhos e Baleias” (em inglês, Whale Watching Capital of the World ®) e é um dos melhores lugares para ver a magnífica baleia-azul.

Dana Point também conta com uma variedade de baleias o ano todo e é o local com mais golfinhos por quilômetro quadrado em todo o mundo.

Requisitos para a acreditação

Para se qualificar para esta acreditação global, os locais devem atender a critérios definidos que reconhecem seu compromisso com a conservação de cetáceos por meio de interações responsáveis com os animais silvestres e a sustentabilidade. Isso inclui:

  • Encorajar a coexistência respeitosa entre humano e cetáceos;
  • Celebrar os cetáceos;
  • Praticar a sustentabilidade ambiental, social e econômica;
  • Pesquisar, educar e conscientizar.

Um bom guia para turistas

O status de Whale Heritage Site possibilita aos turistas escolher destinos responsáveis de observação de baleias e golfinhos de maneira fácil. Isso porque, ao ter a acreditação de “Local de Patrimônio das Baleias”, a atração é reconhecida por oferecer às pessoas uma experiência com cetáceos no seu habitat natural, de forma autêntica e respeitosa.

“A designação do primeiro ‘Local de Patrimônio das Baleias’ na Europa é um passo maravilhoso para o turismo responsável. Acreditamos que o local está se tornando um líder mundial em observação sustentável de baleias e golfinhos e esta certificação ajudará a comunidade local a reconhecer práticas responsáveis de observação de baleias”, disse Elizabeth Cuevas, Gerente do Whale Heritage Sites na World Cetacean Alliance.

Existem apenas outros dois locais acreditados pelo Whale Heritage Sites no mundo: The Bluff, na África do Sul, e Hervey Bay, na Austrália.

Protegendo os animais silvestres e o mundo

Tornar-se acreditado pelo Whale Heritage Site garantirá que os visitantes de Tenerife-La Gomera e Dana Point contribuam para destinos que celebram seu patrimônio natural, protegem a vida selvagem marinha e estabelecem uma conexão entre os moradores locais e a vida marinha.

Além da oportunidade de observar cetáceos e participar de festivais e outros eventos realizados em Tenerife-La Gomera e Dana Point, as atrações celebram a vida marinha, educam e inspiram turistas e habitantes locais.

 Ben Williamson on a boat with dolphin in background - World Animal Protection

Ben Williamson, nosso Diretor de Programas dos Estados Unidos, vendo um golfinho em Dana Point

“Golfinhos em cativeiro são frequentemente forçados a viver suas vidas inteiras em tanques minúsculos, obrigados a se apresentar em troca de comida. Tudo em nome da diversão em família. Isso não é entretenimento – é crueldade. Esses novos locais acreditados pelo Whale Heritage Site são imensamente importantes na proteção da vida selvagem”, acrescentou Nick Stewart, Chefe Global de Campanhas da Proteção Animal Mundial.

Um novo futuro para o turismo

A localização da área marinha de Tenerife-Le Gomera fica no ponto turístico de Tenerife e recebe em torno de 6 milhões de visitantes anuais.

A importância da indústria do turismo para o local se reflete nos marcos regulatórios locais e nacionais, que fornecem proteção formal ao ecossistema marinho – com duas Áreas Especiais de Conservação (em inglês, Special Areas of Conservation – SACs) e uma forte legislação que protege os cetáceos.

Assim que passarmos pela pandemia e for possível viajar novamente, os turistas que visitam o local no sudoeste de Tenerife ou em Dana Point saberão que estão participando de uma atividade única que respeita e protege baleias e golfinhos.

Fonte: Dois novos locais são reconhecidos como Patrimônio das Baleias em uma etapa importante para a proteção da vida silvestre | World Animal Protection

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd