Diamante feito a partir de cinzas de pets custa mais de R$ 3 mil

3 de março de 2020

Funerárias e crematórios investem na tendência internacional, que transforma cinzas de animais em uma peça personalizada

GIULIA RORIZ
 O tempo, às vezes, não é suficiente para amenizar a dor da perda de um pet. Contudo, o mercado fúnebre, seguindo uma tendência mundial, tem apostado em serviços como o diamante feito de cinzas. À primeira vista, pode soar estranho que um gatinho ou cachorro se transforme em um diamante, contudo, a ideia é dar um novo significado ao luto e ao sentido de “levar” o bichinho sempre consigo.

A procura desse tipo de serviço fez com que esse trabalho minucioso de transformar cinzas ou cabelos de um animal doméstico em diamante tenha se profissionalizado, atingindo níveis de excelência. “Um diamante feito com as cinzas de uma pessoa querida ganha outro sentido e fica muito mais valioso”, explica Aline de Cezaro, proprietária da Sempre Comigo Joias e pioneira no segmento em terras brasileiras.

“Podemos fazer um diamante a partir de pelos ou cinzas recentes, bem como frutos de exumação”, conta. “Cada diamante é lapidado naturalmente de acordo com a sua composição e da concentração de carbono existente em cada animal”, complementa.

Embora trabalhoso, o processo de transformação de cinzas em diamante gera peças exclusivas e com certificado de autenticidade, o que, segundo a empreendedora, faz com que essa procura aumente cada vez mais. “Por meio de uma tecnologia de alta pressão e temperatura, conseguimos moldar uma peça que ficará para sempre com um familiar do bichinho que faleceu e isso traz grande alento para quem fica”, explica.

Em geral, um diamante confeccionado com cinzas ou pelos custa a partir de R$ 3 mil. O valor pode aumentar de acordo com o quilate e coloração da pedra e, depois, esse diamante pode dar origem a pingentes ou itens decorativos.

Também é possível escolher entre um anel ou um pingente, em ouro ou prata. Cada joia é feita sob medida, custa R$ 300 e leva de 10 a 15 dias para ficar pronta. Entre os modelos disponíveis, estão os de patinha, coração, ossinho e estrela. O pingente fica ainda mais personalizado se o cliente optar pelo acrílico colorido, disponível nas cores azul e rosa. As encomendas são feitas em contato direto com a microempresária.

Além da empresa, outras como a Diamante Pet e a brasiliense Funerária San Matheus também realizam o procedimento.

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami