Cães ‘terapeutas’ alegram pacientes internados no Crer, em Goiânia: ‘Felicidade sem tamanho’

15 de fevereiro de 2020

Por Yanka Araújo, TV Anhanguera

Os pacientes do Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), em Goiânia, receberam, nesta sexta-feira (14), a visita de oito cães ‘terapeutas’ do programa de Terapia Assistida por Animais da Universidade Federal de Goiás (TAA/UFG). Os cães foram acompanhados pelos tutores, um médico veterinário e profissionais do hospital.

Os animais passaram pela enfermaria espalhando alegria para todos os pacientes. A idosa Adélia da Silva, de 65 anos, deu entrada no Crer nesta sexta-feira e já se alegrou com a visita dos bichinhos.

“É ótimo. Tenho cinco cachorros em casa que peguei em situação de rua, então acho muito boa a visita deles. Não tem nem explicação para esse sentimento. Eu sou apaixonada por cachorro, fico muito feliz”, conta.

A filha dela, a costureira Aline Carvalho, de 39 anos, acredita que a visita dos cães ‘terapeutas’ estimula a melhora do paciente. “Eu achei interessante, é animador. Tem um sentimento de amor, paz e alegria”, pontua.

Grupo de funcionários do Crer e tutores com os cães 'terapeutas' no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV AnhangueraGrupo de funcionários do Crer e tutores com os cães 'terapeutas' no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV Anhanguera

Grupo de funcionários do Crer e tutores com os cães ‘terapeutas’ no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV Anhanguera

A recepcionista do Crer, Ana Karolina Prassal, de 39 anos, conta que o ambiente muda quando os cães chegam ao hospital.

“É uma felicidade sem tamanho, tem interação com as pessoas. Aqui é um ambiente mais frio, porque as pessoas estão enfermas, e eles são o elo entre paciente e funcionário”, comenta.

Para Ana Karolina, os cães são sinônimos de acolhimento.”Não importa a deficiência do paciente, não tem discriminação. É um amor tão verdadeiro que ele respeita, independentemente de qualquer problema”.

De acordo com o multiprofissional de reabilitação Eduardo Carneiro, de 39 anos, essa ação faz toda a diferença para as pessoas que estão internadas e também para os acompanhantes, já que o clima hospitalar fica um pouco mais leve.

“A gente no primeiro momento pensou no paciente e no familiar e em trazer o contato externo. Os sorrisos dos colaboradores ajudam muito, com isso melhora o humor dos pacientes, melhora a imunidade porque o ambiente é de amor”, relata.

Ele disse ainda que a ideia de trazer o programa para o Crer surgiu após pesquisas sobre a TAA. Atualmente, o programa faz parte do calendário de ações de humanização do atendimento ao usuário do Crer, que é uma prioridade.

“Vejo sempre outros estados fazendo e é muito desafiador por conta de doenças. Mas temos todo o cuidado com os pacientes e os cachorros. Se algum quarto trouxer risco, o cachorro não entra”, afirma Eduardo.

O mecânico Osvaldo Dias Costa teve um dia recheado de alegria e surpresas. Há dois anos ele não andava por conta de um derrame que lesionou o braço e a perna. Hoje, ele andou pela primeira vez e ainda recebeu a visita dos cachorrinhos. “Eu chorei de emoção e de alegria. É muito gostoso ver eles interagindo com a gente”.

Golden Laika Triciclo faz parte dos cães 'terapeutas', em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV AnhangueraGolden Laika Triciclo faz parte dos cães 'terapeutas', em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV Anhanguera

Golden Laika Triciclo faz parte dos cães ‘terapeutas’, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/TV Anhanguera

A dona Joana Borges de Paula, de 84, está internada no local há pouco mais de uma semana. Hoje, ela se emocionou ao ver os cachorrinhos entrando pela porta do quarto.

“Eu gosto muito deles. Criei muitos cachorros é bom demais. Acredito que eles ajudam a gente a melhorar”, conta.

O filho dela, Nilson Batista de Queiroz, de 60 anos, disse que já passou por essa experiência uma vez e comenta o quanto é importante.

Joana se emociona com os cães 'terapeutas' no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/ TV AnhangueraJoana se emociona com os cães 'terapeutas' no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/ TV Anhanguera

Joana se emociona com os cães ‘terapeutas’ no Crer, em Goiânia, Goiás — Foto: Yanka Araújo/ TV Anhanguera

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami