Cães e gatos são resgatados durante reintegração de posse na invasão Monte Horebe, em Manaus

9 de março de 2020

Animais devem viver em lares temporários, até que os donos sejam realocados em outra moradia em que também possam ser cuidados.

A invasão Monte Horebe, na Zona Norte de Manaus, passa por um processo de reintegração de posse desde a última segunda-feira (2) e famílias são retiradas do local. Um grupo de voluntários da “Equipe PET” fez o resgate de 29 animais na área de invasão em quatro dias de um trabalho de auxílio aos animais que também moram no local. Os animais devem viver em lares temporários, até que os donos sejam realocados em outra moradia em que também possam ser cuidados.

A Equipe PET, da deputada estadual Joana Darc, começou a fazer visitas aos moradores da invasão Monte Horebe na quarta-feira (4). Após quatro visitas ao local e conversas com as famílias, os animais, entre cães e gatos foram resgatados do local e aguardam por um lar temporário.

O pedreiro Carlos Alberto Vieira é um dos moradores que ainda está na ocupação Monte Horebe, enquanto não aluga um outro local para morar. Ele foi uma das pessoas entregou sua cadela Ceice para um lar temporário.

“A minha cadela é minha filha. É parte da minha família. Eu soube que a equipe de voluntários estava aqui e resolvi entregar ela até que eu faça minha mudança e possa ir buscá-la novamente”, disse Carlos.

Alguns dos animais resgatados estão disponíveis para adoção. — Foto: Fábio Romão e Matheus PonceAlguns dos animais resgatados estão disponíveis para adoção. — Foto: Fábio Romão e Matheus Ponce

Alguns dos animais resgatados estão disponíveis para adoção. — Foto: Fábio Romão e Matheus Ponce

Durante as visitas, os membros da Equipe PET passaram orientações para os moradores, procuraram saber se eles têm condições de levar os bichos de estimação para outra moradia. Veterinários voluntários se dispuseram a prestar apoio aos animais que ficaram para trás ou que não puderam ser levados por seus donos, segundo Darc.

Há aqueles que já estão disponíveis para adoção, mas há também os animais que possuem donos, mas que os mesmos não puderam levar. Eles se comprometeram em buscar os bichos assim que estiverem alocados em outro lugar”, disse.

Quem puder e tiver interesse em oferecer lar temporário ou doar rações, basta entrar em contato com o número da Equipe PET (92) 98145-1111.

29 cães e gatos foram resgatados da invasão Monte Horebe em Manaus. — Foto: Fábio Romão e Matheus Ponce29 cães e gatos foram resgatados da invasão Monte Horebe em Manaus. — Foto: Fábio Romão e Matheus Ponce

Degradação

Antes de iniciar a ação de resgate na sexta-feira (6), um trabalho de reconhecimento da área foi feito junto com o secretário de meio ambiente, Eduardo Taveira, e conheceram o Igarapé do Geladinho, que faz fronteira com uma Área de Preservação Ambiental (APA).

Eduardo Taveira informou que desde o momento em que as estratégias estavam sendo montadas para realizar a desocupação, as ações ambientais já estavam previstas. “Neste primeiro cenário vimos um impacto ambiental muito grande na área da floresta. E nesta primeira visita após a retirada, tivemos a grata surpresa de conhecer uma área de igarapés que está bem conservada apesar do avanço da ocupação”, comentou.

Reintegração de posse

Uma reintegração de posse acontece na Invasão Monte Horebe desde a segunda-feira (2). Pelo menos mil pessoas devem ser retiradas do local, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Reintegração de posse na invasão Monte Horebe em Manaus realizada na manhã desta segunda (2). Ação deve durar dez dias — Foto: Josney/Rede Amazônica

Reintegração de posse na invasão Monte Horebe em Manaus realizada na manhã desta segunda (2). Ação deve durar dez dias — Foto: Josney/Rede Amazônica

O plano de desocupação foi anunciado no dia 28 de fevereiro de 2020. Setecentos policiais atuam na operação no Monte Horebe, com a montagem de barreiras em pontos estratégicos a partir do trabalho já realizado pelas equipes de inteligência das forças de segurança.

Triagem

As famílias removidas do local são encaminhadas para o Colégio Militar da Polícia Militar VI, localizado na Rua Rio Piorini, no residencial Viver Melhor. Elas passam por um processo de triagem para que seja dado encaminhamento adequado a cada caso. O valor é de R$ 600 para as famílias.

Fonte:https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2020/03/08/caes-e-gatos-sao-resgatados-durante-reintegracao-de-posse-na-invasao-monte-horebe-em-manaus.ghtml

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami