Cães disputam campeonato mundial de surf na Califórnia

10 de agosto de 2022
Noticia- campeonato de surf

36 cães de todos os portes participaram da competição, que arrecadou fins para ONGs de animais abandonados

POR YARA GUERRA

Neste sábado (6), centenas de amantes de cachorros e dezenas de cães se reuniram na Califórnia (EUA) para o World Dog Surfing Championships, o campeonato mundial de surf canino.

O evento, realizado em Linda Mar Beach, na cidade de Pacifica, julgou os 36 cães participantes em tudo — desde a técnica, até a confiança e o tamanho da onda surfada. Além da categoria principal, na qual o bicho vai sozinho na prancha, também foram julgadas as duplas de cachorro/cachorro e humano/cachorro.

A competição incluiu cachorros de pequeno, médio e grande porte, que disputaram as provas por divisão. Para a segurança dos bichos, eles não realizaram manobras arriscadas — em vez disso, os juízes consideraram o tempo que eles ficavam em pé na prancha.

Os tutores determinavam qual onda o cão surfaria, para a segurança do próprio pet (Foto: World Dog Surfing Championships/ Reprodução)
Os tutores determinavam qual onda o cão surfaria, para a segurança do próprio pet (Foto: World Dog Surfing Championships/ Reprodução)

Ficava a cargo dos tutores escolher a onda perfeita, que considerava tanto a altura suficiente para o drop e 100% segura ao amigo de quatro patas.

Anunciada como “principal evento de surf para cães no mundo inteiro”, a competição é realizada na região de São Francisco desde 2006. E é crescente: neste ano, houve quase 5 vezes mais participantes do que na edição passada.

A competição de surf para cães acontece na região de São Francisco desde 2006 (Foto: World Dog Surfing Championships/ Reprodução)
A competição de surf para cães acontece na região de São Francisco desde 2006 (Foto: World Dog Surfing Championships/ Reprodução)

A participação foi gratuita, mas os tutores e a torcida arrecadaram fundos para organizações sem fins lucrativos que ajudam cães abandonados na Califórnia.

Quem ganhou?

Skyler, uma cadela de olhos coloridos, foi o grande destaque da competição e levou quatro prêmios (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)
Skyler, uma cadela com heterocromia, foi o grande destaque da competição e levou quatro prêmios (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)

O grande destaque desta edição do World Dog Surfing Championships foi Skyler, cadela que ficou em 1º lugar no pódio de cães médios, 1º lugar na dupla cão/humano, 1º lugar no pódio geral de tamanhos e em 2º lugar na dupla cão/cão.

No Instagram, o seu tutor escreveu: “Parabéns a todos os cães realmente talentosos que participaram do evento. Foi um ótimo dia. Skyler provavelmente pegou o maior número de ondas que ela já surfou em um único dia.”

A impressionante habilidade rendeu a Skyler uma participação em um reality show — ela é uma das personagens do episódio 5 da produção Pet Star, da Netflix, lançada em 2021.

Skyler e seu tutor competiram juntos e levaram o 1º lugar na dupla cão/humano (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)
Skyler e seu tutor competiram juntos e levaram o 1º lugar na dupla cão/humano (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)

Já o labrador retriever Charlie ficou em 1º lugar na categoria porte grande/muito grande. Ele tem hoje 7 anos, mas surfa desde os 2. “Não consigo nem explicar sua paixão por isso”, contou Jeffrey Niebor, seu tutor, à Reuters.

“Ele se diverte muito. Mesmo quando não estamos surfando competitivamente, quando vamos à praia e saímos juntos, ele leva sua prancha de surfe para a água e late nas ondas. As pessoas adoram”, completa.

A torcida arrecadou fundos para ONGs que ajudam cães abandonados na Califórnia (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)
A torcida arrecadou fundos para ONGs que ajudam cães abandonados na Califórnia (Foto: Instagram/ @skylerthesurfingdog/ Reprodução)

James Wall foi ainda melhor com Faith, uma cadela resgatada de 10 anos, conquistando o 1º lugar na mesma categoria.

“Ela tinha medo de muitas coisas quando era filhote. E nós começamos a ir à praia. Ela pulou em uma das pranchas de surfe e eu fiquei tipo, ‘sim, vamos tentar’… e ela não olhou para trás desde então”, disse à Reuters.

Assista ao vídeo

Fonte:https://revistacasaejardim.globo.com/Vida-de-Bicho/Comportamento/noticia/2022/08/caes-disputam-campeonato-mundial-de-surf-na-california.html

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.

©2022 Vetsapiens. Todos os direitos reservados.
Proibida reprodução total ou parcial deste website sem autorização prévia.

OneWeb