Após Bassar Pet Food, outras três empresas terão de recolher petiscos por suspeita de contaminação

20 de setembro de 2022
Noticia- bassar

Medida integra investigação sobre uso de propilenoglicol adulterado em produtos para pets

Por Equipe InfoMoney

Mais três empresas de fabricação de petiscos para cães deverão recolher alguns lotes de produtos para alimentação animal em todo o território nacional por suspeita de contaminação. As empresas, notificadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na última sexta-feira (16), são: FVO Alimentos Ltda, Peppy Pet e Upper Dog Comercial Ltda.

Essas notificações vieram à tona depois de a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) notificar a empresa Bassar Pet Food, que terá de fazer um recall compulsório dos petiscos caninos Bassar Snack Every Day e Bassar Dental Care, que são suspeitos de provocar a morte de pelo menos 40 cães em diferentes regiões do país. A empresa chegou a solicitar aos consumidores que entregassem os petiscos adquiridos no mesmo local onde foram comprados.

Exames preliminares do Mapa mostram que o propilenoglicol, insumo utilizado pela indústria na fabricação de alimentos para humanos e animais, e supostamente usado pela Bassar estaria contaminado com etilenoglicol.

A medida contra as outras três empresas é cautelar e faz parte dos desdobramentos das investigações que estão sendo realizadas pelo Mapa, a partir da detecção de que propilenoglicol adulterado foi usado para fabricar produtos para pets.

“O Mapa ressalta que o propilenoglicol é um produto de uso permitido na alimentação animal, desde que seja adquirido de empresas registradas. As investigações que estão sendo realizadas são relacionadas a uma possível contaminação do propilenoglicol por monoetilenoglicol, oriundo de empresa sem registro”, explicou, por nota, o ministério.

Até o momento, não existe diretriz do ministério para suspender o uso de produtos que contenham propilenoglicol na sua formulação, além dos já mencionados. A ingestão desse propilenoglicol contaminado pode causar convulsões, vômito — em alguns casos com presença de sangue —, diarreia e prostração.

InfoMoney procurou as três empresas. Apenas a Peppy Pet não respondeu à solicitação.

Em nota, a FVO Alimentos afirmou que “já havia recolhido do mercado consumidor, de forma preventiva e proativa, todos os lotes dos produtos DudogsPatê Bomguy e Bomguytos Bifinho (nos sabores Churrasco e Frango & Legumes) antes mesmo desse novo comunicado do MAPA”.

A Upper Dog, por sua vez, explicou que “em caráter preventivo” fará a substituição dos lotes fabricados no período de 01 de janeiro de 2022 a 31 de agosto de 2022, considerando a orientação do Mapa.

“Vale também informar, que prontamente submetemos petiscos Dogfy Dental a testes laboratoriais e estes já resultaram negativo para qualquer tipo de contaminação do propilenoglicol por monoetilenoglicol. Demais lotes produzidos com o composto também estão em análises e testes”, diz a nota. A empresa também destacou que a substituição é uma medida cautelar e que “não há nenhum reporte de que qualquer um dos produtos tenha gerado transtornos aos nossos clientes e seus pets”.

Confira os nomes e lotes dos produtos envolvidos:

Empresa  Produtos que devem ser recolhidos 
FVO Alimentos Ltda Bifinho Bomguytos nos sabores frango 65g (lote 103-01) e churrasco (lotes 221-01, 228-01, 234-01 e 248-01); Bifinho Qualitá sabor churrasco (lote 237-01) e Dudogs (lotes 237-01 e 242-01).
Peppy Pet Indústria e Comércio de Alimentos Bifinho 60g Peppy Dog frango grelhado (lotes 5026 e 5738); Palitinho 50g Peppy Dog carne com batata doce (lotes 5280, 5283, 5758 e 5759); Palitinho 50g Peppy Dog frango com ervilha (lotes 5282 e 5746); Bifinho 500g Peppy Dog carne assada (lotes 5274 e 5734); Bifinho 60g Peppy Dog filhotes – leite e aveia (lote 5736); Palitinho 50g Peppy Dog carne com cenoura (lote 5760).
Upper Dog comercial Ltda Dogfy injetado tamanho PP (lotes 0003/202204, 0004/202206, 0006/202206, 0008/202206, 0009/202201, 0010/202206, 0012/202201, 0012/202206, 0013/202203, 0014/202206, 0015/202205, 0016/202205, 0017/202205, 0018/202206, 0023/202201, 0023/202207, 0024/202206, 0024/202207, 0027/202205, 0025/202207, 0026/202206); 

Dogfy injetado tamanho P (lotes 0001/202201 a 0008/202201, 0013/202201 a 0017/202201, 0024/202201, 0007/202202, 0010/202202 a 0018/202202, 0001/202203 a 0009/202203, 0001/202204 a 0009/202204, 001/202205 a 0028/202205, 0001/202206 a 0009/202206, 0011/202206, 0013/202206, 0015/202206, 0017/202206, 0019/202206 a 0025/202206, 0030/202206 a 0033/202206, 0009/202207 a 0011/202207, 0016/202207, 0019/202207, 0020/202207, 0026/202207 a 0030/202207, 0012/202208 a 0021/202208); e

Dogfy injetado tamanho M (lotes 0010/202201, 0011/202201, 0018/202201 a 0022/202201, 0001/202202 a 0009/202202, 0019/202202 a 0023/202202, 0010/202203 a 0012/202203, 0014/202203, 0004/202204, 0005/202204, 0012/202205 a 0014/202205, 0002/202206, 0027/202206 a 0029/202206, 0021/202207 e 0022/202207).

Fonte:https://www.infomoney.com.br/consumo/apos-bassar-pet-food-outras-tres-empresas-terao-de-recolher-petiscos-por-suspeita-de-contaminacao/

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.

©2022 Vetsapiens. Todos os direitos reservados.
Proibida reprodução total ou parcial deste website sem autorização prévia.

OneWeb