Caso de plasmocitoma

Caros colegas, gostaria de opinião de vocês sobre um paciente que atendi há alguns dias. É um can Yorkshire de 14 anos de idade que há cerca de 5 meses apresentou um nódulo em dígito de membro torácico de crescimento rápido. Na ocasião, optou-se pela amputação do dígito que ao exame histopatológico mostrou ser um plasmocitoma. Nenhum outro tratamento foi instituído e o paciente recuperou-se bem. Há cerca de 1 mês observou-se o surgimento de nódulos cutâneos eritematosos, não aderidos e indolores de evolução rápida e então trazido para minha avaliação. Na ocasião, realizamos citologia aspirativa por agulha fina que mostrou serem plasmocitomas (resultado anexado). A informação que tenho é que o plasmocitoma, apesar de ser benigno, pode ter relação com comorbidades imunossupressoras e que podem evoluir para neoplasias malignas, especialmente em pacientes idosos. Já solicitei exames de imagem e hemograma, bioquímico e sorologia para hemoparasitoses. O que mais poderiam sugerir ? Agradeço

Responda a pergunta de Rita Carmona

Não logado
Visitante
Inserir mais anexos

Há 5 respostas para esta pergunta

equipe
Paola Lazaretti
Equipe Vetsapiens
Resposta:
Oi Rita, vou pedir a opinião de um dos nossos colaboradores oncologistas!
Anexos: 0
3 de dezembro de 2020 às 11:40
Nenhum anexo enviado.
equipe
Aline Machado De Zoppa
Moderador
Resposta:
Rita, Usualmente os plasmocitomas são formações cutâneas benignas e solitárias, mas podem se apresentar como multiplas nodulações eritematosas tb. A remoção cirurgica quando são isolados pode ser curativa. No caso em questão, importante fazer o diferencial com mieloma, pois tb são derivados dos plamocitos, normlamente na medula óssea, mas podem ter apresentação cutânea.(mas no caso o mieloma tem comportamento maligno ) Além dos exames que já solicitou, poderia pensar em eletroforese das proteinas para ver se há aumento e de qual fração.(gamaglobulinas aumentadas). Se fechar como mieloma, o tratamento deve ser a quimioterapia utilizando melfalan. Se mantiver o diagnóstico de plasmocitoma e houver possibilidade cirurgica, removeria com margem e pensaria em quimioterapia , ciclofosfamida talvez, mas conversamos conforme evoluir ok? Fico a disposição para qualquer dúvida . Abraço
Anexos: 0
3 de dezembro de 2020 às 12:30
Nenhum anexo enviado.
equipe
Paola Lazaretti
Equipe Vetsapiens
👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻💫
3 de dezembro de 2020 às 12:33
equipe
Rita Carmona
Equipe Vetsapiens
Profa Aline, muito obrigada por sua contribuição. Vou providenciar a eletroforese de proteínas e solicitarei a remoção cirúrgica dos nódulos, que são vários. Muito obrigada
3 de dezembro de 2020 às 12:44
Tiago Cunha Ferreira
Profa, a criocirurgia poderia ser uma opção? No lugar da remoção cirúrgia dos nódulos, visto que são muitos.
14 de dezembro de 2020 às 11:34
Desenvolvido por logo-crowd