Alteração renal

Spitz, F, 5 meses realizou US este revelou degeneração renal, é um paciente que nasceu com PDA e foi operado aos 3,5 meses de idade, enquanto tinha PDA sofria de hipertensão, a pergunta é sabemos se a alteração renal é fruto do hipertensão por 4 meses ou se é congênita, algum palpite. Urinálise pendente a parte cardiológica pós cirurgia esta controlada, inclusive sem medicação.

Responda a pergunta de Edward Hellebrekers

Não logado
Visitante
Inserir mais anexos

Há 8 respostas para esta pergunta

equipe
Paola Lazaretti
Equipe Vetsapiens
Resposta:
Oi Edward, Eu vou pedir a opinião dos colaboradores de Nefro. Ele apresenta alteração nos valores de Ureia e creatinina ou SDMA? Vc tem valores de antes da correção do PDA? Vc disse que ainda não temos resultados da urina, não tem nenhuma anterior a correção, também? Tem ou teve proteinuria? Eu não sei se existe uma maneira muito efetiva de determinar a origem de uma degeneração que ja é visível em US, além de uma biopsia (e mesmo assim podemos não ter uma resposta definitiva). Mas a minha impressão, é que esta degeneração pode ser independente do PDA. a correção foi realizada aos 3.5 meses, e aparentemente a hipertensão foi controlada naquele momento... Acho pouco tempo, mas posso estar enganada. Vamos ver a opinião dos nefrologistas.
Anexos: 0
26 de abril de 2021 às 09:30
Nenhum anexo enviado.
equipe
Edward Hellebrekers
Moderador
Então os exames pré-anestésicos com Ureia e Creatinina feitos pelo pessoal da Cardio era normais, a urinálise esta com uma cruz de cilindros granulosos, como não acompanhei o US e a coleta não tenho Proteína e Creatinina Urinária, o SDMA nunca foi feito, no pré-cirúrgico e agora o US foi feito por ter ocorrido susposta hematúria em casa, mas que pode ter sido após guloseimas no adestramento, esta informação veio depois do exame. Fato é que a proprietária aciona o canil pelo PDA e quer saber se a alteração renal seria genética também, fiquei em dúvida como você, Paola. Aguardo, será polemico.
26 de abril de 2021 às 19:15
equipe
Edward Hellebrekers
Moderador
Resposta:
Urinálise
Anexos: 1
26 de abril de 2021 às 19:16
equipe
Luciano Giovaninni
Moderador
Resposta:
Olá Edward, como vai? Se puder anexar a ultrassonografia (USG), nos ajuda a interpretar melhor o caso. E também nos informe se havia outra USG anterior ao procedimento cirúrgico, assim podemos comparar os dois laudos. Tem sido muito comum o dignóstico de DRC juvenil (que não necessariamente terá características de hereditariedade). Assim, não dá para ter certeza se nasceu assim ou se foi consequência da hipertensão arterial. Como a Paola citou, o histopatologico pode trazer algumas informações, mas acaba não sendo tão sensível para o diagnóstico de DRC hereditária, principalmente se já houver fibrose. E existem poucos testes genéticos desenvolvidos para a identificação destes doenças em cães, ou seja, acaba não nos ajudando na rotina. Será dificil confirmar o que a tutora busca. Ainda, a DRC estádio IRIS 1 é caracterizada (também) pela modificação da morfologia renal (geralmente identificada à USG). Como este cão não é azotêmico, então o caracterizaríamos como DRC estádio 1 (muitos destes casos não precisam de inserção de tratamentos, a não ser que sejam proteinuricos ou hipertensos) O que eu faria seria o monitoramento por toda vida, e identificação de necessidades de ajustes e inserção de tratamento, como indicado para os casos de DRC. Note que a densidade urinária é > 1,050, o que significa que a capacidade renal de concentrar urina está preservada. Situação que pode ser observada em estádio 1 da DRC em cães e gatos. E isso pode levar a observação de mais itens no sedimento (tal como os cilindros granulosos observados)
Anexos: 0
26 de abril de 2021 às 22:01
Nenhum anexo enviado.
equipe
Edward Hellebrekers
Moderador
Olá Luciano, muito obrigado pelo retorno, imaginávamos não ser possível a diferenciação, vamos passar a monitorar os rins sempre, foi uma novidade, não há exames ultrassonográficos anteriores. Obrigado, em anexo o laudo do US. Abs
28 de abril de 2021 às 12:56
equipe
Fernando Carvalho
Moderador
Resposta:
Olá Edward, tudo bem? Concordo com a Paola e o Luciano e acredito que nesses casos temos mais dúvidas do que certeza nessa situação. Como os exames de ureia e creatinina eram normais no pré cirurgico, acho valido repetir e verificar se continuaram dentro da normalidade. Como mencionado, a comparação com a ultrassonografia anterior ajudaria muito. O valor da hipertensão nesses casos também ajuda a entender se houve evolução (nos casos de hipertensão grave - acima de 180mmHg), associado com avaliações de proteinúria pela relação proteína/creatinina urinária (RPC) e avaliação de fundo de olho. De modo geral, acho que 4 meses não seja suficiente para promover lesão estrutural, vista pela ultrassonografia, sem provocar danos a TFG com repercussão na creatinina. Enfim, concordo que essas lesões possam ser independentes, e ainda que o histopatológico possa trazer algumas informações, acho pouco provável que ajudaria no diagnóstico da DRC juvenil Grande abraço
Anexos: 0
26 de abril de 2021 às 22:28
Nenhum anexo enviado.
equipe
Edward Hellebrekers
Moderador
Resposta:
Aqui o US, abs
Anexos: 1
28 de abril de 2021 às 12:57
equipe
Paola Lazaretti
Equipe Vetsapiens
Olá Edward, Difícil saber o que causou esta alteração. Desculpe, eu não sei se entendi, os valores de ureia ; creatinina e sdma de antes e de agora estão normais, certo? E a pressão arterial está controlada e sem medicação, né? Nesta amostra de urina não vi sinal de proteinuria. Acho que se estiver tudo dentro do normal, é o que foi dito, né: monitorar... IRIS stage I. Agora quanto ao rolo com o Canil, complicado mesmo :\
28 de abril de 2021 às 13:19
Desenvolvido por logo-crowd