Pediculose

Dra Caroline B. Lima

Ultima atualização: 17 MAR DE 2020

Nomenclatura

Pediculose, infestação de piolhos, “piolheira”

Nome em Inglês

Pediculosis, lice infestation.

Definição

A Pediculose é a infestação de cães e gatos por piolhos mastigadores ou sugadores.

Esses insetos permanecem durante toda a sua vida entre os pelos de seus hospedeiros e tem alta especificidade pela a espécie que espoliam. 

 

Fisiopatologia

Os cães e gatos se infectam através do contato direto ou com fômites.

A infestação por piolhos geralmente não causa danos graves aos animais, excetuando-se o incômodo e a transmissão da dipilidiose.

Geralmente os animais ficam altamente infestados em condições de estresse, superpopulação e quando estão mal nutridos. 

Etiologia

Os cães se infectam por piolhos sugadores de sangue da subordem Anoplura (Linognathus setosus) e por piolhos mastigadores da subordem Mallophaga (Trichodectes canis, Heterodoxus spiniger), já os gatos somente são infestados por piolhos mastigadores (Felicola subrostratus).

Ambos tipos de piolhos passam a vida toda sobre o animal, até mesmo os ovos ficam presos sobre os pelos.

 

Maior ocorrência

Essa doença é mais comum em superpopulações, em animais debilitados, jovens ou idosos.

Achados de anamnese

Os proprietários irão referir ausência do controle de ectoparasitas, prurido, áreas alopécicas e presença de crostas.

Além disso, o proprietário pode referir a visualização dos parasitas e seus ovos no pelo dos animais.

 

Manifestações clínicas

As manifestações clínicas são variáveis entre os indivíduos e variam de prurido, presença de crostas, áreas alopécicas e pode haver infecção secundária.

Procedimentos diagnósticos

O diagnóstico é presuntivo, aliando-se epidemiologia, dados de anamnese e exame físico ao encontrar o parasita ou seus ovos através da inspeção visual.

Diagnósticos diferenciais

Seborreia primária, desnutrição, demodiciose, sarna otodécica, puliciose, escabiose e hipersensibilidade alimentar/picada de pulga.

Terapia inicial

O tratamento da pediculose pode ser realizado com a maioria dos medicamentos contra pulgas que estão no mercado, as opções mais comuns são: 

Selamectina 6mg/kg via transcutânea mensalmente

Fipronil spray 0,29% ou spot on 10% com intervalo de 30 dias entre as aplicações

Imidacloprida solução 9%

É importante aliar ao tratamento medicamentoso banhos para a remoção dos ovos e crostas.

Terapia de suporte e manutenção

Além do tratamento do animal acometido, é preciso tratar todos os animais do domicílio e o ambiente, com limpeza frequente a base de inseticidas.

A prevenção pode ser feita com o uso frequente de ectoparasiticidas.

Prognóstico

Bom

Literatura recomendada

BOWMAN, D. D.; DE GEORGIS, Parasitologia Veterinária. Parasitologia veterinária. Rio de. Janeiro: Saunders Elsevier, 2010.

POLLMEIER, M., et al. Evaluation of the efficacy of fipronil formulations in the treatment and control of biting lice, Trichodectes canis (De Geer, 1778) on dogs. Veterinary parasitology, 107.1-2: 127-136, 2002.

Anexos referente a esta consulta rápida

O conteúdo deste site é para uso exclusivo e restrito dos associados. Apenas Médicos Veterinários graduados e estudantes de Medicina Veterinária são autorizados a acessar este site.

Não está permitida a divulgação de qualquer conteúdo sem a prévia autorização do Vetsapiens, por escrito. Os Médicos Veterinários são os únicos responsáveis pelo tratamento e cuidado de seus pacientes.

Quaisquer recomendações de colegas ou especialistas recebidas através deste site são meras opiniões individuais, e cada clínico é o exclusivo responsável pelo manejo de seus pacientes. Os fármacos e doses recomendadas ou calculadas no Vetsapiens devem ser sempre conferidos antes de sua aplicação.

Veterinários não devem utilizar medicações e ou protocolos com os quais não estejam familiarizados e confortáveis. O Vetsapiens preconiza que o encaminhamento para especialistas seja sempre a primeira recomendação dos clínicos gerais ao se depararem com casos clínicos além do seu conhecimento.

As imagens e informações trocadas neste site não substituem o exame físico do paciente, e a relação exclusiva entre veterinário-paciente-cliente. As imagens aqui postadas não podem ser consideradas de qualidade diagnóstica.

Toda e qualquer informação obtida neste site deve ser considerada apenas como uma sugestão individual e não tem qualquer valor diagnóstico.

Desenvolvido por logo-crowd