Diagnóstico Diferencial para Linfocitose

Julie Allen, BVMS, MS, MRCVS, DACVIM (SAIM), DACVP, Cornell University tradução Paola Lazaretti Fonte: cliniciansbrief.com

Ultima atualização: 21 JAN DE 2021

Diagnósticos diferenciais

Diagnósticos diferenciais para pacientes que apresentam linfocitose.

  • Causa relacionada à idade (por exemplo, cães e gatos com <6 meses de idade costumam ter linfocitose discreta devido à vacinação ou exposição a novos antígenos)
  • Estimulação antigênica
    • Doença imunomediada (rara; por exemplo, anemia hemolítica imunomediada em gatos) 
    • Infecção (Ehrlichia canis; Leishmania infantum, Spirocerca lupi, FIV)
  • Doença endócrina
    • Hipertireoidismo (gatos; geralmente leve; pode ser visto antes do diagnóstico [possivelmente relacionada à epinefrina] ou secundário ao com tratamento com metimazol)
    • Hipoadrenocorticismo (principalmente em cães; a falta de um leucograma de estresse em um paciente doente pode indicar doença)
  • Neoplasia
    • Leucemia linfoide linfoblástica aguda
    • Leucemia linfocítica crônica (± linfoma de células pequenas)
  • Neoplasia não linfóide (por exemplo, timoma)
  • Fisiológica (por exemplo, resposta induzida por epinefrina - principalmente em gatos)

Referencias

  • Avery AC, Avery PR. Determining the significance of persistent lymphocytosis. Vet Clin North Am Small Anim Pract. 2007;37(2):267-282.
  • Burton AG, Borjesson DL, Vernau W. Thymoma‐associated lymphocytosis in a dog. Vet Clin Pathol. 2014;43(4):584-588. 
  • Campbell MW, Hess PR, Williams LE. Chronic lymphocytic leukaemia in the cat: 18 cases (2000-2010). Vet Comp Oncol. 2013;11(4):256-264.
  • Seelig DM, Avery P, Webb T, et al. Canine T‐zone lymphoma: unique immunophenotypic features, outcome, and population characteristics. J Vet Intern Med. 2014;28(3):878-886. 
  • Sprague WS, TerWee JA, VandeWoude S. Temporal association of large granular lymphocytosis, neutropenia, proviral load, and FasL mRNA in cats with acute feline immunodeficiency virus infection. Vet Immunol Immunopathol. 2010;134(1-2):115-121. 
  • Wakayama JA, Furrow E, Merkel LK, Armstrong PJ. A retrospective study of dogs with atypical hypoadrenocorticism: a diagnostic cut‐off or continuum? J Small Anim Pract. 2017;58(7):365-371.

Anexos referente a esta consulta rápida

Nenhum anexo disponível

O conteúdo deste site é para uso exclusivo e restrito dos associados. Apenas Médicos Veterinários graduados e estudantes de Medicina Veterinária são autorizados a acessar este site.

Não está permitida a divulgação de qualquer conteúdo sem a prévia autorização do Vetsapiens, por escrito. Os Médicos Veterinários são os únicos responsáveis pelo tratamento e cuidado de seus pacientes.

Quaisquer recomendações de colegas ou especialistas recebidas através deste site são meras opiniões individuais, e cada clínico é o exclusivo responsável pelo manejo de seus pacientes. Os fármacos e doses recomendadas ou calculadas no Vetsapiens devem ser sempre conferidos antes de sua aplicação.

Veterinários não devem utilizar medicações e ou protocolos com os quais não estejam familiarizados e confortáveis. O Vetsapiens preconiza que o encaminhamento para especialistas seja sempre a primeira recomendação dos clínicos gerais ao se depararem com casos clínicos além do seu conhecimento.

As imagens e informações trocadas neste site não substituem o exame físico do paciente, e a relação exclusiva entre veterinário-paciente-cliente. As imagens aqui postadas não podem ser consideradas de qualidade diagnóstica.

Toda e qualquer informação obtida neste site deve ser considerada apenas como uma sugestão individual e não tem qualquer valor diagnóstico.

Desenvolvido por logo-crowd