Informações

Princípio Ativo: Somatostatina.
Classe terapêutica: Hormônio.

Dose

Cães: 10 - 40 µg/animal SC a cada 8 - 12 horas.
Gatos: Informação indisponível
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Somatostatina

Classificaçāo

Hormônio

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães

ARMAZENAMENTO

Deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Somatostatina 3 mg, ampola
  • Stilamin 3 mg, ampola

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Indicado na redução dos níveis plasmáticos do hormônio de crescimento e da IGF-1. Pode ser utilizado no tratamento de tumor pancreático secretor de peptídeo intestinal vasoativo, tumores dependentes de hormônios. Pode ser usada também no tratamento de diarreia associada à ileostomia e neuropatia diabética; no tratamento de úlceras pépticas.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não usar em animais com hipersensibilidade conhecida ao princípio ativo.

EFEITOS ADVERSOS

Náusea, tontura, vômito, diarreia.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser usada em pacientes gestantes ou lactantes.

Interações medicamentosas

Hexobarbital

A somatostatina prolonga o efeito hipnótico do hexobarbital. A somatostatina não deve ser administrada concomitantemente com essa substância, somente após o encerrado o efeito das mesma.

Pentetrazol

A somatostatina potencializa a ação do pentetrazol. A somatostatina não deve ser administrada concomitantemente com essa substância, somente após o encerrado o efeito das mesmas.

Morfina

Estudos publicados com somatostatina demonstraram que o uso concomitante desta substância com a morfina reduz o efeito analgésico da morfina.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Bloqueia a secreção de GH, através da depressão da exocitose após a ligação com os receptores de membrana, ativando proteínas ligadoras de guanina que diminuem o AMPc, aumentando o efluxo de potássio e reduzindo a concentração de cálcio citosólico.

FARMACOCINÉTICA

A meia-vida plasmática é aumentada em pacientes com disfunções hepáticas e renais.

Referências Bibliográficas

AVISO: algumas informações foram retiradas da bula do medicamento referência, que consta na base de dados da ANVISA. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp> <https://consultaremedios.com.br/stilamin/p#bula>. Acesso em 4 de junho de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd