Informações

Princípio Ativo: Sertralina.
Classe terapêutica: Antidepressivo.

Dose

Cães: Tratamento de distúrbios de comportamento (por exemplo, transtornos obsessivos / compulsivos, ansiedade): As recomendações de dosagem variam de 0,5 a 4 mg / kg VO a cada 12 a 24 horas. A maioria recomenda começar no limite inferior da faixa de dosagem em combinação com terapia comportamental.
Gatos: Tratamento de distúrbios de comportamento (por exemplo, transtornos obsessivos / compulsivos, ansiedade, pulverização): as recomendações de dosagem variam de 0,25 a 1,5 mg / kg VO a cada 12 a 24 horas. A maioria recomenda começar no nível mais baixo da faixa de dosagem.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Sertralina

Classificaçāo

Antidepressivo

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

ARMAZENAMENTO

Conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Proteger da umidade e da luz solar direta. Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Sertralina 50 mg, comprimido
  • Seronip 50 mg, comprimido
  • Zoloft 50 mg, comprimido
  • Zoloft 100 mg, comprimido
  • Zysertin 50 mg, comprimido

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

A sertralina pode ser usada no tratamento de uma variedade de diagnósticos relacionados ao comportamento em cães e gatos, incluindo agressões e ansiedade ou outros comportamentos obsessivo-compulsivos, bem como eliminação inadequada em gatos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade conhecida ao princípio ativo, ou pacientes que façam uso de inibidores da monoaminoxidase (MAO) ou pimozida. Use com cautela em pacientes geriátricos e naqueles com insuficiência hepática; pode ser necessário diminuir as doses ou aumentar o intervalo entre doses.

EFEITOS ADVERSOS

O uso limitado de sertralina em cães ou gatos dificulta a comparação de seu perfil de efeitos adversos com outros inibidores seletivos da recaptação de serotonina. Em cães, esses inibidores seletivos podem causar letargia, efeitos gastrointestinais, ansiedade, irritabilidade, insônia/hiperatividade ou ofegação. A anorexia é um efeito colateral comum em cães (geralmente transitório e pode ser diminuída temporariamente pelo aumento da palatabilidade dos alimentos e / ou alimentação manual). Alguns cães têm anorexia persistente que impede o tratamento adicional. Foi relatado comportamento agressivo em cães previamente não agressivos. Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina em gatos podem causar sedação, diminuição do apetite/anorexia, vômitos, diarreia, alterações de comportamento (ansiedade, irritabilidade, distúrbios do sono) e alterações nos padrões de eliminação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

O uso seguro durante a gestação e lactação não foi estabelecido, embora não existam relatos de problemas fetais relacionados. A avaliação do clínico quanto aos benefícios e riscos do tratamento é fundamental.

SUPERDOSAGEM

Com overdoses, os inibidores seletivos da recaptação de serotonina podem causar vômitos, diarreia, hipersalivação e letargia. A síndrome da serotonina pode ocorrer com sinais que incluem tremores musculares, rigidez, agitação, hipertermia, vocalização, hipertensão ou hipotensão, taquicardia, convulsões, coma e morte. O tratamento das sobredosagens com sertralina deve ser tratado de forma agressiva com tratamento sintomático e de suporte. Emulsões lipídicas intravenosas têm sido usadas com sucesso no tratamento de overdoses graves.

Interações medicamentosas

BUSPIRONA

Aumento do risco de síndrome da serotonina.

CIMETIDINA

Pode aumentar os níveis de sertralina.

CIPROHEPTADINA

Pode diminuir ou reverter os efeitos dos inibidores seletivos da recaptação de serotonina.

DIAZEPAM

A sertralina pode diminuir a depuração do diazepam.

ISONIAZIDA

Aumento do risco de síndrome da serotonina.

L-TIROXINA

A sertralina pode aumentar os requisitos de levotiroxina.

INIBIDORES DA MAO

Alto risco para síndrome da serotonina; seu uso é contraindicado; em humanos, é necessário um período de wash-out de 5 semanas após a descontinuação da sertralina e um período de wash-out de 2 semanas se for interrompida a primeira inibição da MAO.

METOCLOPRAMIDA

Pode aumentar os efeitos adversos/tóxicos dos inibidores seletivos e aumenta o risco de síndrome da serotonina.

MEXILETINA

Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina podem diminuir o metabolismo da mexiletina.

PENTAZOCINA

Possíveis efeitos adversos semelhantes à síndrome da serotonina.

ERVA-DE-SÃO-JOÃO

Aumento do risco de síndrome da serotonina. Evite o uso, se possível.

TRAMADOL

Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina podem inibir o metabolismo do tramadol nos metabólitos ativos, diminuindo sua eficácia e aumentando o risco de toxicidade (síndrome da serotonina, convulsões).

ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS

A sertralina pode aumentar os níveis sanguíneos de antidepressivos tricíclicos e o risco de síndrome da serotonina.

VARFARINA

A sertralina pode aumentar o risco de sangramento.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A sertralina é um inibidor altamente seletivo da recaptação de serotonina (5-hidroxitriptamina) no SNC, potencializando sua atividade farmacológica. Aparentemente, a sertralina tem pouco efeito na dopamina ou na noradrenalina, e nenhum efeito em outros neurotransmissores.

FARMACOCINÉTICA

Em cães, o volume de distribuição da sertralina é de 25 L/kg e está 97% ligado às proteínas plasmáticas. Ocorre alto metabolismo de primeira passagem; a depuração é > 35 mL/min/kg. A bile é a principal via de excreção no cão e nos gatos é a excreção fecal.

MONITORAMENTO

Monitore e eficácia clínica e efeitos adversos. Considere analisar as enzimas hepáticas e ECG.

Referências Bibliográficas

AVISO: algumas informações foram retiradas da bula do medicamento referência, que consta na base de dados da ANVISA. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp> DODMAN, N. Sertraline (Zoloft®) for Dogs and Cats. Drug library. Petplace. Disponível em <http://www.petplace.com/article/drug-library/library/prescription/sertraline-zoloft. <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/MqesmiBrjh>. Acesso em 3 de junho de 2020. <https://consultaremedios.com.br/cloridrato-de-sertralina/pa>. Acesso em 3 de junho de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd