Informações

Princípio Ativo: Salbutamol.
Classe terapêutica: Broncodilatador.

Dose

Cães: 0,02 - 0,05 mg/kg VO, IM ou SC a cada 8 - 12 horas.
Gatos: Informação indisponível
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Salbutamol

Classificaçāo

Broncodilatador

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães

ARMAZENAMENTO

Deve ser mantido na embalagem, em temperatura ambiente (15°C a 30°C), protegido de luz e umidade.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Salbutamol 4 mg, comprimido
  • Salbutamol 0,5 mg/mL, solução injetável
  • Salbutamol 2 mg / 5 mL, xarope
  • Salbutamol 2 mg, comprimido
  • Aerolin 2 mg, comprimido
  • Aerolin 4 mg, comprimido
  • Aerolin 2 mg / 5 mL, xarope
  • Aerolin 0,5 mg/mL, solução injetável

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

É indicado no alívio do espasmo brônquico associado às crises de bronquite, asma, alergia crônica e enfisema. E ainda no relaxamento do útero grávidico, para retardar o parto prematuro

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Usar com cautela em pacientes com diabetes, hipertireoidismo, hipertensão, epilepsia e cardiopatia, principalmente arritmias.

EFEITOS ADVERSOS

Taquicardia, tremores musculares e excitação

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser usada em fêmeas em fase de parição, pois pode retardar o processo do mesmo. É secretado no leite materno, o uso não é recomendado para lactantes.

SUPERDOSAGEM

Hipocalemia e acidose lática.

Interações medicamentosas

Propranolol

Interação incompatível.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Agonista β-adrenérgico com ação direta no músculo liso dos brônquios; inibição da liberação de serotonina e histamina pelos mastócitos e de TNF-α, liberado pelos monócitos.

FARMACOCINÉTICA

Pode ser administrado por todas as vias, mas em situações de emergência deve ser administrada por via IV. Têm meia-vida de aproximadamente 3 h. Quando administrado por inalação, o salbultamol produz broncodilatação em 15 min, podendo-se observar os efeitos em 3 a 4 h.

Referências Bibliográficas

VIEL, R. M. et al. Fenoterol e salbutamol via inalatória em cães: aspectos clínico, hemogasométrico e eletrocardiográfico. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. vol.64 no.1 Belo Horizonte. 2012 VITAL, M. A. B. F.; ACCO, A. Agonistas e antagonistas adrenérgicos. In: Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária, 4ª edição, 2006.
Desenvolvido por logo-crowd