Informações

Princípio Ativo: Levotiroxina.
Classe terapêutica: Hormônio.

Dose

Cães: 0,1 mg/4,5 kg de peso VO em dose única ou doses divididas. 1 - 9 mcg/kg IV a cada 12 horas.
Gatos: 0,05 - 0,1 mg/gato (NÃO mg/kg) VO a cada 24 horas.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Levotiroxina

Classificaçāo

Hormônio

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, à temperatura ambiente (15°C a 30°C), ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Levotiroxina 200 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 100 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 25 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 75 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 150 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 112 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 300 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 0,1 mg, comprimido
  • Levotiroxina 0,8 mg, comprimido
  • Levotiroxina 175 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 88 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 50 mcg, comprimido
  • Levotiroxina 125 mcg, comprimido
  • Puran T4 25 mcg, comprimido
  • Puran T4 50 mcg, comprimido
  • Puran T4 75 mcg, comprimido
  • Puran T4 88 mcg, comprimido
  • Puran T4 100 mcg, comprimido
  • Puran T4 112 mcg, comprimido
  • Puran T4 125 mcg, comprimido
  • Puran T4 150 mcg, comprimido
  • Puran T4 175 mcg, comprimido
  • Puran T4 200 mcg, comprimido
  • Puran T4 300 mcg, comprimido
  • Synthroid 25 mcg, comprimido
  • Synthroid 50 mcg, comprimido
  • Synthroid 75 mcg, comprimido
  • Synthroid 88 mcg, comprimido
  • Synthroid 100 mcg, comprimido
  • Synthroid 112 mcg, comprimido
  • Synthroid 125 mcg, comprimido
  • Synthroid 150 mcg, comprimido
  • Synthroid 175 mcg, comprimido
  • Synthroid 200 mcg, comprimido
  • Synthroid 300 mcg, comprimido
  • Euthyrox 25 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 25 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 50 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 50 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 75 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 75 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 88 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 100 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 100 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 112 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 125 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 125 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 137 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 150 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 150 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 175 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 175 mcg, comprimido (50 un)
  • Euthyrox 200 mcg, comprimido (30 un)
  • Euthyrox 200 mcg, comprimido (50 un)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento ao hipotireoidismo.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Levotiroxina (e outros hormônios de reposição da tireóide) é contraindicada em animais com infarto agudo do miocárdio, tireotoxicose ou insuficiência adrenal sem tratamento. Deve ser utilizado com cautela e em dose inicial baixa, em animais com hipoadrenocorticismo (tratado) concomitante, doença cardíaca, diabetes mellitus ou em animais idosos.

EFEITOS ADVERSOS

As reações adversas incluem anorexia, dermatite, vômito, otite externa, letargia, polidipsia, diarreia, leucocitose, prurido, taquipneia, poliúria, hiperatividade e seborreia.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Pode ser usado durante a gestação e lactação.

SUPERDOSAGEM

Correspondem a sinais de hipertiroidismo - taquicardia, agitação, excitabilidade, insônia, perda de peso, distúrbios gastrointestinais. Caso ocorra ingestão dentro de até 2 horas, tratamentos para reduzir a absorção do fármaco deve ser feito usando os protocolos usuais (eg, eméticos, catárticos, carvão) exceto quando contraindicado pela condição do animal. O tratamento deve ser de suporte e de acordo com os sinais clínicos.

Interações medicamentosas

Amiodarona

Pode diminuir o metabolismo de T4 e T3.

Antiácidos orais

Pode reduzir a absorção de levotiroxina; doses devem ser espaçadas por 4 horas.

Antidepressivos tricíclicos/tetracíclicos

Aumento do risco de estimulação do SNC e arritmias cardíacas.

Agentes antidiabéticos

A levotiroxina pode aumentar o requesito para insulina ou fármacos orais.

Colestiramina

Pode reduzir a absorção de levotiroxina; doses devem ser separadas por 4 horas.

Corticosteroides

Diminuição da conversão de T4 em T3.

Digoxina

Potencial para níveis reduzidos de digoxina e/ou resposta terapêutica.

Sulfato ferroso

Pode reduzir a absorção de levotiroxina; doses devem ser separadas por 4 horas.

Dieta de alta fibra

Pode reduzir a absorção de levotiroxina.

Quetamina

Pode causar taquicardia e hipertensão.

Fenobarbital

Possível aumento no metabolismo da tiroxina; ajuste de dose pode ser necessário.

Inibidores da bomba de prótons

Acidez gástrica reduzida pode reduzir a absorção de levotiroxina.

Propiltiouracila

Conversão reduzida de T4 em T3.

Rifampicina

Possível aumento do metabolismo de tiroxina; ajustes de dose podem ser necessários.

Sertralina

Pode aumentar os requerimentos de levotiroxina; provavelmente se aplica a outros inibidores seletivos da recaptação da serotonina.

Sulfonato de poliestireno de sódio

Pode reduzir a absorção de levotiroxina; doses devem ser espaçadas por 4 horas.

Sucralfato

Pode reduzir a absorção de levotiroxina; doses devem ser espaçadas por 4 horas.

Simpatomiméticos

A levotiroxina pode potencializar os efeitos.

Teofilina

Levotiroxina pode diminuir a concentração de teofilina.

Varfarina

Hormônios da tireóide aumenta o catabolismo de fatores coagulantes dependentes da vitamina K o que pode aumentar os efeitos anticoagulantes nos animais sob efeito de varfarina.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A levotiroxina é o hormônio T4 que se converte em T3 ativo, a resposta clínica varia entre os pacientes.

FARMACOCINÉTICA

Picos de concentração sérica após administração oral é relatado entre 4- 6 horas e a meia-vida sérica é de aproximadamente 10 - 14 horas. Entretanto pode haver grande variabilidade dos parâmetros farmacocinéticos entre pacientes. Eliminação nas fezes pode ser responsável por 50% de uma dose

MONITORAMENTO

Monitorar a eficácia do tratamento e ajustar a dose conforme os níveis séricos dos hormônios da tireoide.

Referências Bibliográficas

MARCO, V. et al. Avaliação terapêutica e posológica da levotiroxina sódica em cães com hipotiroidismo primário adquirido. Pesq. Vet. Bras. 32(10):1030-1036, outubro 2012 MONTANHA, F. P.; LOPES, A. P. S. Hipotireoidismo primário canino - relato de caso. REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA. Ano IX – Número 17 – Julho de 2011 PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012. <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/CEWcOGBgRE>. Acesso em 22 de maio de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd