Informações

Princípio Ativo: Latanoprost; Cloreto de Benzalcônio.
Classe terapêutica: Oftálmico.

Dose

Cães: 1 gota no olho afetado a cada 12 - 24 horas.
Gatos: Informação indisponível
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Latanoprost
  • Cloreto de Benzalcônio

Classificaçāo

Oftálmico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada mL da solução oftálmica estéril de Xalatan® contém: latanoprosta 50 mcg Excipientes: cloreto de sódio, fosfato de sódio monobásico monoidratado, fosfato de sódio dibásico anidro, cloreto de benzalcônio e água para injetáveis. Uma gota da solução contém aproximadamente 1,5 mcg de latanoprosta. Cada 1 mL da solução oftálmica de Xalatan® corresponde a aproximadamente 37 gotas.

ARMAZENAMENTO

Xalatan® solução oftálmica deve ser conservado sob refrigeração (entre 2°C e 8°C), protegido da luz. Após a abertura do frasco, o produto pode ser conservado à temperatura ambiente (até 25°C) por até 10 semanas.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Xalatan solução oftálmica estéril 50 mcg/mL (0,005%), frasco gotejador (2,5 mL)
  • Xaloftal 0,05 mg/mL, frascos gotejador (5 mL)
  • Xaloftal 0,05 mg/mL, frascos gotejadores (2,5 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Em cães o lanatoprost é utilizado para reduzir pressão intra ocular no tratamento de glaucoma primário.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

O latanoprost é contraindicado em pacientes com histórico de hipersensibilidade a ele ou qualquer componente da formulação. Latanoprost não deve ser utilizado na presença de uveíte, pois pode piorar sua condição. Deve ser utilizado com cautela em cães com instabilidade das lentes, pois a miose pode prender as lentes na abertura pupilar ou na câmara anterior no caso de luxação/subluxação anterior e assim causando piora do glaucoma.

EFEITOS ADVERSOS

Pode piorar inflamação intraocular. Pode causar o escurecimento da íris através da estimulação direta dos melanócitos da íris e também pode causar mudanças nos cílios (aumento do comprimento, espessura, pigmentação e número de cílios) e escurecimento da pele das pálpebras.

Interações medicamentosas

Acetazolamida

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Latanoprosta

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Ajustar dose

Colírio contendo Timerosal

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Ocorre precipitação

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Administrar com intervalo de 5 minutos

Timolol

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da redução da pressão intra-ocular

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Ajustar dose

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Análogos da prostaglandina são versões quimicamente modificadas da prostaglandina F2-alfa, uma molécula inflamatória endógena que media os efeitos oculares hipotensivos pelo aumento do fluxo de humor aquoso através da rede trabecular e da via uveoescleral. Em adição a redução da intraocular o latanoprost causa miose.

MONITORAMENTO

Eficácia clínica.

Referências Bibliográficas

<https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/ot2VDb5ShK/>. Acesso em 21 de maio de 2020.

<https://consultaremedios.com.br/b/latanoprost-cloreto-de-benzalconio>. Acesso em 21 de maio de 2020.

 
Desenvolvido por logo-crowd