Informações

Princípio Ativo: Halotano.
Classe terapêutica: Anestésico Geral.

Dose

Cães: Indução: 3 %/animal via inalatória. Manutenção: 0,5 - 1,5 %/animal via inalatória.
Gatos: Indução: 3 %/animal via inalatória. Manutenção: 0,5 - 1,5 %/animal via inalatória.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Halotano

Classificaçāo

Anestésico Geral

Espécies

Cães e Gatos

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Tanohalo 1 mg, frasco (100 mL)
  • Tanohalo 1 mg, frasco (250 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Anestésico geral inalatório.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não usar em animais com histórico de hipertermia maligna ou hepatotoxidade após uso prévio do fármaco. Usar com cautela em portadores de insuficiência hepática, arritmias cardíacas, aumento de pressão intracraniana, traumatismo craniano e miastenia grave.

EFEITOS ADVERSOS

Hipotensão, síndrome da hipertermia maligna, arritmias e depressão cardíaca.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Evitar o uso em gestantes.

Interações medicamentosas

Aminoglicosídeos e lincosamidas

Efeito Clínico

Bloqueio neuromuscular

Dopamina, efedrina, epinefrina e nerepinefrina

Efeito Clínico

Arritmias ventriculares

Tubocurarina

Efeito Clínico

Hipotensão

Farmacologia

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Testes de função hepática.  

Referências Bibliográficas

VIANA, F. A. B. Guia Terapêutico Veterinário. 3 ed. Minas Gerais: Editora CEM, 2014. 560 p.
Desenvolvido por logo-crowd