Informações

Princípio Ativo: Fosfomicina Trometamol.
Classe terapêutica: Antibiótico.

Dose

Cães: Infecção do trato urinário: 40 mg/kg VO (com alimento) a cada 12 horas por 3 - 5 dias. Infecções associadas a tecidos: 40 mg/kg VO (com alimento) a cada 8 horas.
Gatos: Informação indisponível
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Fosfomicina Trometamol

Classificaçāo

Antibacteriano

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Deve ser administrada misturada com água.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Fosfomicina Trometamol 5,631 g, grânulo
  • Monuril 5,631 g, grânulo (1 un), 8 g
  • Monuril 5,631 g, grânulo (2 un), 8 g

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Adjuvante no tratamento de infecções do trato urinário. Pouco usada em medicina veterinária.

EFEITOS ADVERSOS

Apetite reduzido, anorexia e diarreia.

SUPERDOSAGEM

Provavelmente ocorre efeitos gastrointestinais e anorexia.

Interações medicamentosas

Metoclopramida

Pode diminuir as concentrações séricas e reduzir os níveis urinários de fosfomicina. Embora não tenha sido relatado outras interações, outros medicamentos que aumentam a motilidade gastrointestinal pode ter efeitos similares.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

Apresenta ação sinérgica com antibióticos betalactâmicos, aminoglicosídios e cloranfenicol.

FARMACODINÂMICA

A fosfomicina atua interferindo na primeira etapa da formação da parede celular. Ela inibe a enzima citoplasmática enolpiruvato transferase através de uma ligação covalente ao radical de cisteína do sítio ativo, o que impede a adição de fosfoenolpiruvato à UDP-N-acetilglicosamina (SPINOSA, 2017).

FARMACOCINÉTICA

A fosfomicina é rapidamente convertida em ácido fosfomicina  livre após a absorção. A fosfomicina é distribuída nos rins, parede da bexiga, próstata e atravessa a placenta. A via primária de eliminação é a droga inalterada na urina. A disfunção renal pode aumentar substancialmente a meia-vida e reduzir os níveis de urina. Em cães, a fosfomicina é rapidamente absorvida após administração oral e os níveis de pico ocorrem cerca de 2 horas após a administração. A biodisponibilidade em cães é de cerca de 29%.

MONITORAMENTO

No tratamento de infecções do sistema urinário é recomendado o monitoramento da infecção por cultura e urinálise, além de efeitos adversos.

Referências Bibliográficas

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária: pequenos e grandes animais. [tradução Silvia m. Spada et al.]. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. SPINOSA, Helenice Souza et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária, 6ª edição. Guanabara Koogan, 2017. <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/OlVLqicqcz/>. Acesso em 18 de maio de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd