Informações

Princípio Ativo: Flurbiprofeno.
Classe terapêutica: Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE); Oftálmico.

Dose

Cães: 1 gota / olho a cada 8 horas.
Gatos: 1 gota / olho a cada 8 horas.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Flurbiprofeno

Classificaçāo

Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE)

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Não altere a dose recomendada pelo médico veterinário. Evite encostar o frasco no olho do animal.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Flurbiprofeno, gotas
  • Ocufen, gotas

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Em pacientes veterinários, o flurbiprofeno é indicado para controlar inflamação no segmento anterior (conjuntivite, ceratite, uveíte anterior) e por promover analgesia após cirurgia da catarata. O flurbiprofeno também inibe a miose e é usada com esse propósito durante a cirurgia intraocular.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

O flurbiprofeno é contraindicado em pacientes com histórico de hipersensibilidade a ele ou a qualquer componente da formulação. Há possível sensibilidade cruzada com ácido acetilsalicílico, derivados do ácido fenilacético e outros AINEs.

EFEITOS ADVERSOS

Pode ocorrer incômodo e irritação ocular.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Contraindicado para uso durante a gestação.

Interações medicamentosas

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado dos Anticoagulantes, com risco de hemorragia

Mecanismo de Ação

Diminuição da agregação plaquetária e irritação gástrica causadas pelos antiinflamatórios

Conduta

Evitar o uso

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

O flurbiprofeno é um AINE que bloqueia a síntese de prostaglandina inibindo a cicloxigenase 1 e 2. As prostaglandinas mediam vários dos efeitos adversos da inflamação intraocular, incluindo interrupção sanguínea da barreira de humor aquoso, vasodilatação, aumento da permeabilidade vascular, leucocitose e aumento da pressão intraocular. Portanto, o bloqueio da produção de prostaglandina minimiza os efeitos adversos de curto e longo prazo da inflamação intraocular. 

FARMACOCINÉTICA

Alguma parcela é absorvida e distribuída pela via sistêmica.

Referências Bibliográficas

PEREIRA, Fabiana Quartiero et al. Ceratectomia superficial e crioterapia no tratamento de carcinoma das células escamosas na córnea de um cão: relato de caso. Ciência Veterinária nos Trópicos, v. 11, p. 149-149, 2008 <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/pAFcIRL3ft/>. Acesso em 17 de maio de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd