Informações

Princípio Ativo: Flunixina Meglumina.
Classe terapêutica: Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE).

Dose

Cães: 1 – 1,1 mg/kg IV, IM ou SC.
Gatos: 0,25 - 1 mg / kg VO.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Flunixina Meglumina

Classificaçāo

Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE)

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

Apresentações e concentrações

Opções veterinárias

Apresentações e concentrações

  • Flunixina Meglumina

Indicações e contraindicações

EFEITOS ADVERSOS

Pode causar toxicidade renal em cães mesmo em dose terapêutica. Efeitos adversos gastrintestinais são: gastrite, úlceras gástricas e gastroenterites hemorrágicas.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Usar com cautela em gestantes e lactantes.

SUPERDOSAGEM

Apresenta baixo índice de segurança em cães.

Interações medicamentosas

Inibidores da ECA

Alguns AINE’s podem reduzir os efeitos sobre a pressão sanguínea.

Aspirina

Quando a aspirina é usada concomitantemente com AINE’s, os níveis plasmáticos dos AINE’s podem diminuir e aumentar a probabilidade de ocorrer efeitos adversos gastrointestinais.

Corticosteróides

O uso concomitante pode aumentar o risco de toxicidade gastrointestinal.

Ciclosporina

Os AINE’s podem aumentar os níveis de ciclosporina no sangue e o risco de nefrotoxicidade.

Digoxina

Os AINE’s podem aumentar os níveis séricos da digoxina; use com cautela em pacientes com insuficiência cardíaca grave.

Enrofloxacina

Em cães, a enrofloxacina tem aumentado a área sob a curva de concentração e a meia-vida de eliminação da flunixina, e a flunixina aumenta a área sob a curva de concentração e a meia-vida de eliminação da enrofloxacina.

Diuréticos de alça

Os AINE’s reduzem os efeitos saluréticos e diuréticos da furosemida.

Metotrexato

Ocorreu grave toxicidade quando AINE’s foram usados juntamente com metotrexato. 

Agentes nefrotóxicos

Potencial para aumentar o risco de nefrotoxicidade se usado com AINE’s.

Probenecida

Pode causar aumento significante nos níveis séricos e meia-vida de alguns AINE’s.

Varfarina

O uso com AINE’s pode aumentar o risco de sangramento.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

O mecanismo de ação dos AINEs (Anti-inflamatórios não esteroides) ainda não são completamente conhecidos, porém sabe-se uma das principais funções é a de inibir a síntese das prostaglandinas, importante processo da inflamação. A inibição da síntese de prostaglandinas ocorre principalmente pela inibição específica das ciclixigenases (COX-1 e COX-2), e conseqüente redução da conversão do ácido araquidônico em prostaglandinas. A flunixina meglumina é inibidor de Cox de modo não seletivo.

FARMACOCINÉTICA

Tem ação anti-inflamatória 4 vezes maior do que a fenilbutazona. Apresenta meia-vida de 4 horas em cães e 3 horas em gatos. Pela via oral não deve ser administrada com alimentos.

Referências Bibliográficas

TASAKA A. C. Anti-inflamatórios Não Esteroidais. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/JDjFixcYXM/>. Acesso em 17 de maio de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd