Informações

Princípio Ativo: Bimatoprosta.
Classe terapêutica: Análogo das Prostaglandinas.

Dose

Cães: 1 gota/olho afetado a cada 24 horas.
Gatos: 1 gota/olho afetado a cada 24 horas.
Outras espécies: Informação indisponível

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Bimatoprosta

Classificação

Análogo das Prostaglandinas

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Em humanos, foi relatado aumento da pigmentação da íris após a administração de solução de bimatoprosta, essas alterações podem ser permanentes.

ARMAZENAMENTO

Deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • Bimatoprosta, frasco (3 mL)
  • Latisse 0,3mg/mL, frasco (5mL)
  • Lumigan 0,3mg/mL,  frasco gotejador (5mL)
  • Glaucur 0,3mg/mL, frasco gotejador (3mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

O bimatoprosta é utilizado para diminuir a pressão intraocular no tratamento do glaucoma em cães. É indicado como tratamento para glaucoma primário; no entanto, o glaucoma secundário (causado por uveíte, luxação da lente ou tumor intra-ocular) não é tratado adequadamente com bimatoprosta.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Bimatoprosta está contraindicada em pacientes com histórico de hipersensibilidade a ela ou a qualquer componente da formulação. A bimatoprosta não deve ser utilizada na presença de inflamação intra-ocular (uveíte), pois agravará esta condição.

EFEITOS ADVERSOS

Os efeitos adversos relatados em humanos ou animais incluem picadas, queimação, eritema (hiperemia conjuntival) e irritação na administração. Edema macular foi relatado em humanos usando bimatoprosta. Pode causar escurecimento da íris através da estimulação direta dos melanócitos dela. Pode causar aumento do crescimento dos cílios. Pode piorar a inflamação intra-ocular através de mecanismos mediados pela prostaglandina.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A bimatoprosta, um análogo da prostaglandina, é um análogo estrutural sintético da prostaglandina derivado de um precursor de ácido graxo, a anandamida. Imita seletivamente os efeitos das prostamidas que ocorrem naturalmente. Acredita-se que a bimatoprosta diminua a pressão intraocular, aumentando a saída de humor aquoso através da malha trabecular e das vias uveosclerais. Devido às diferenças nos receptores intra-oculares, a bimatoprosta é ineficaz na redução da pressão intraocular em gatos, embora produza miose. Embora a administração uma vez ao dia seja indicada em humanos, a administração duas vezes ao dia demonstrou reduzir efetivamente a pressão intraocular em cães. Miose significativa também ocorre após a administração.

MONITORAMENTO

Monitore a eficácia clínica.

Referências Bibliográficas

AVISO: algumas informações foram retiradas da bula do medicamento referência, que consta na base de dados da ANVISA. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp> RIBEIRO, A. P. et al. Síndrome glaucomatosa em cães - parte 2. Revisão bibliográfica. Ciência Rural, Santa Maria, v.37, n.6, p.1828-1835, nov-dez, 2007 <https://consultaremedios.com.br/bimatoprosta/pa>. acesso em 5 de abril de 2020. <https://www.plumbsveterinarydrugs.com/#!/monograph/aumrskMswj/>. acesso em 5 de abril de 2020.
Desenvolvido por logo-crowd