Determination of the reference interval of the C-reactive protein/albumin ratio and its efficiency, CRP and albumin as prognostic markers in dogs

3 de junho de 2020

Andrei K. Fabretti, Raquel C.S. Siqueira, Higo F. Amaral,
Daniella A.G. Kemper, Rafael O. Chaves and Patrícia M. Pereira

ABSTRACT.- Fabretti A.K., Siqueira R.C.S., Amaral H.F., Kemper D.A.G., Chaves R.O. & Pereira P.M.
2020. Determination of the reference interval of the C-reactive protein/albumin ratio
and its efficiency, CRP and albumin as prognostic markers in dogs. Pesquisa Veterinária
Brasileira 40(3)202-209. Universidade Estadual de Londrina, Rod. Celso Garcia Cid PR-445
Km 380, Londrina, PR 86057-970, Brazil. E-mail: [email protected]
The objective of this research was to creates a reference interval for C-reactive protein
(CRP)/albumin ratio (CAR) in the canine species and to analyze the potential of CRP,
albumin and the relationship between both, to serve as indicators of disease severity,
length of hospital stay (LoS) and mortality in this species. For this, an outcome study was
conducted in a Veterinary Teaching Hospital in southern Brazil. One hundred ninety dogs
were included randomly, without distinction of gender, age, or breed, from June 2013 to
November 2016. Plasma was collected from them and analyzed for assessment of CRP and
albumin. The reference range stipulated for CAR in dogs was 0.36-0.60, as determined bythe confidence interval of mean resamplings (in percentiles). The frequencies mean, and
standard deviations of the variables, correlation analysis, and comparative analysis (KruskalWallis in α = 5%) were calculated. Elevation (above reference) of CAR was determined to
be proportional to the severity of the underlying disease, and CRP means were reasonable.
Besides, hypoalbuminemia was indicative of systemic disease, but not of severity. Thus, CAR
was a better marker of disease severity than were CRP and albumin, analyzed separately.
Concerning LoS, there was a positive correlation with CAR (p<0.01) in patients, and the same
was not observed with CRP and albumin. Concerning mortality, hypoalbuminemia was the
only marker valid in animals with a critical illness (p=0.04). In conclusion, CAR is a better
marker of disease severity and LoS in dogs than are CRP and albumin analyzed separately.
INDEX TERMS: C-reactive protein, albumin, prognosis, mortality, length of stay, disease severity, dogs.

RESUMO.- [Determinação do intervalo de referência e da
eficiência da relação proteína C-reativa/albumina, PCR
e albumina como marcadores prognósticos em cães.]
O objetivo desta pesquisa foi determinar um intervalo de
referência para a relação proteína C reativa (PCR)/albumina
(R:PCR/ALB) na espécie canina e analisar o potencial de
PCR, albumina e a relação entre ambas como indicadores de
gravidade de doença, tempo de internação (TI) e mortalidade
nesta espécie. Para isso, um estudo foi realizado em um
Hospital Veterinário Escola no sul do Brasil. Cento e noventa
cães foram incluídos aleatoriamente, sem distinção de sexo,
idade ou raça, de junho de 2013 a novembro de 2016. O plasma
foi coletado e analisado para avaliação da PCR e albumina.
O intervalo de referência estipulado para o R:PCR/ALB em
cães foi de 0,36-0,60, conforme determinado pelo intervalo
de confiança da média das reamostragens (em percentis).
Foram calculadas as frequências, médias e desvios-padrões
das variáveis, análises de correlação e análises comparativas
(Kruskal-Wallis em α = 5%). Notou-se elevação (acima da
referência) da R:PCR/ALB proporcional à gravidade da doençade base, sendo normais as médias da PCR. Adicionalmente, a
hipoalbuminemia foi indicadora de doença sistêmica, mas, não
de gravidade. Dessa forma, a R:PCR/ALB foi melhor indicadora
de gravidade de doença do que a PCR e albumina, analisadas
separadamente. Em relação ao TI, houve correlação positiva
com a R:PCR/ALB (p<0,01) em doentes, não sendo observado
o mesmo com a PCR e albumina. Em relação à mortalidade,
a hipoalbuminemia foi a única marcadora válida em animais
com doenças críticas (p=0,04). Conclui-se, portanto, que a
R:PCR/ALB é melhor marcadora de gravidade de doença e TI
em cães do que a PCR e albumina analisadas separadamente.
TERMOS DE INDEXAÇÃO: Proteína C-reativa, albumina, prognóstico,
mortalidade, tempo de internamento, gravidade de doença, cães.

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd