Aplasia Segmentar de Corno Uterino de Gata: Relato de Caso

31 de agosto de 2020

Cat Uterine Horn Segmental Aplasia: Case Report

Maylane Tavares Ferreira da Silva, Clayziane Lino Araújo Arêa Leão, Alex Cardoso de Melo, Thiago Vargas Silva, Marcelo Campos Rodrigues

Resumo

A aplasia de corno uterino representa uma alteração embriológica resultante do desenvolvimento incompleto dos ductos paramesonéfricos ou de Müller. A maioria das enfermidades congênitas do útero são achados acidentais que ocorreram durante o procedimento de ovariosalpingohisterectomia. Foi atendida em um hospital veterinário universitário, uma gata, sem raça definida, dois anos de idade
e massa corporal de três quilos. O animal foi encaminhado para realização de OSH eletiva, onde a medicação pré-anestésica foi composta de acepromazina, telazol e morfina, via intramuscular, bloqueio epidural com lidocaína e indução e manutenção com isofluorano. No trans-cirúrgico, foi observado uma redução no corno uterino direito, juntamente com uma dilatação cranial à aplasia, que foi ligada com fio inabsorvível. Embora a aplasia segmentar possa estar correlacionada a outras anomalias e alterações reprodutivas, nenhuma alteração em outros órgãos foi verificada no presente relato, tendo a sua confirmação através de inspeção da cavidade abdominal e ultrassonografia abdominal.

Palavras-chave:

anomalia, ovariosalpingohisterectomia, castração

Abstract

The aplasia of the uterine horn represents an embryological alteration resulting from the incomplete
development of the paramesonephric or Müller ducts. Most of the congenital diseases of the uterus
are accidental findings that occurred during the procedure of ovariosalpingohisterectomy. She was
attended at a university veterinary hospital, a cat, mixed breed, two years old and body weight of
three kilos. The animal was referred for elective OSH, where the pre-anesthetic medication was
composed of acepromazine, telazole and morphine, intramuscularly, epidural block with lidocaine
and induction and maintenance with isofluorane. In the trans-surgical period, a reduction in the right
uterine horn was observed, together with a cranial dilation to aplasia, which was ligated with an nonabsorbable suture. Although segmental aplasia may be correlated with other anomalies and
reproductive changes, no changes in other organs were found in the present report, confirmed by
inspection of the abdominal cavity and abdominal ultrasound.

Keywords

anomaly, ovariosalpingohisterectomy, castration

 

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd