Tutores e seus cães compartilham o risco de diabetes

31 de janeiro de 2021

Um novo estudo descobriu uma ligação entre o risco de diabetes em cães e proprietários, pois eles têm hábitos de saúde comuns, como o nível de atividade física

Um novo estudo desenvolvido pela Universidade de Uppsala (Suécia) investigou se os donos de cães e gatos e seus animais de estimação compartilham o risco de desenvolver diabetes. Para isso, estudaram 208.980 pares de titulares e seu cão e 123.566 pares de donos com seu gato identificados durante um período inicial de avaliação (1 de janeiro de 2004 a 31 de dezembro de 2006).

Os pesquisadores observam que proprietários com diabetes tipo 2 foram identificados pela combinação de informações do Registro Nacional de Pacientes, do Registro de Causas de Morte e do Registro Sueco de Medicamentos Prescritos.

Informações sobre diabetes em animais de estimação foram extraídas de dados do seguro de cuidados veterinários. Modelos multi-estados foram utilizados para avaliar razões de risco com intervalos de confiança de 95% e para ajustar potenciais fatores de risco compartilhados, incluindo circunstâncias pessoais e socioeconômicas.

Concluindo, os pesquisadores explicam que, segundo seus dados, ter um cão diagnosticado com diabetes estava associado a um risco aumentado de diabetes tipo 2 no proprietário. “Os potenciais mecanismos subjacentes de nossos achados de diabetes em casais de cães e proprietários podem incluir comportamentos de saúde compartilhados, como o nível de atividade física, e possivelmente também exposições ambientais compartilhadas”, dizem.

Sobre o que se sabe sobre a relação entre diabetes entre donos e cães, o estudo explica que os donos de cães e seus animais de estimação podem compartilhar certos comportamentos de saúde, como o nível de atividade física.

Por outro lado, os pesquisadores observam que “é possível que cães com diabetes possam servir como sentinelas para comportamentos de saúde diabetogênicos compartilhados e exposições ambientais”.

Eles também apontam que estudos de corte cruzado têm indicado uma associação entre adiposidade em donos de cães e seus animais de estimação. Nenhum estudo anterior investigou o risco compartilhado de diabetes em donos de cães e gatos e seus animais de estimação.

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd