Sistema imunológico mostra resposta anormal ao SARS-CoV-2

3 de maio de 2020

A Nature (www.nature.com) percorre a literatura sobre COVID-19.

A resposta imune ao SARS-CoV-2 difere da resposta solicitada por outros vírus respiratórios, de acordo com uma análise de células, furões e pessoas infectadas. A descoberta apóia a idéia de que tratamentos direcionados ao sistema imunológico podem ajudar as pessoas com COVID-19.
Benjamin tenOever, na Escola de Medicina de Icahn, no Monte Sinai, na cidade de Nova York, e seus colegas descobriram que as células infectadas com SARS-CoV-2 produzem níveis incomumente baixos de proteínas antivirais chamadas interferons, em comparação com células infectadas por outros vírus respiratórios (D. Blanco- Melo e outros, Cell https://go.nature.com/3bWE82b, 2020). Mas os níveis de algumas proteínas, como a IL-6, que ativam respostas imunológicas mais gerais são mais altas em furões e pessoas infectadas do que em controles não infectados.
Os resultados sugerem um desequilíbrio imunológico: baixos níveis de interferons reduzem a capacidade de uma célula de limitar a replicação viral, e a ativação de respostas imunes menos específicas promove a inflamação.

Fonte: https://www.nature.com/articles/d41586-020-00502-w

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd
Bitnami