Prevenção de mordidas de cachorro

29 de dezembro de 2020

As mordidas de cães representam um sério risco para a saúde de nossas comunidades e sociedade. Mais de 4,5 milhões de pessoas são mordidas por cães todos os anos nos Estados Unidos, e mais de 800.000 recebem atenção médica para picadas de cães, de acordo com o Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC). Pelo menos metade dos mordidos são crianças. Aqui estão mais fatos de mordida de cachorro:

  • Quase 1 em cada 5 pessoas mordidas por cães precisam de cuidados médicos.
  • As crianças são as vítimas mais comuns de mordidas de cães e são muito mais propensas a serem gravemente feridas.
  • A maioria das mordidas de cães que afetam crianças pequenas ocorrem durante as atividades cotidianas e enquanto interagem com cães familiares.

Qualquer cão pode morder: grande ou pequeno, macho ou fêmea, jovem ou velho. Até o animal de estimação mais fofo, peludo e doce pode morder se provocado. Lembre-se, não é a raça de um cão que determina se ele vai morder, mas sim a história e comportamento individual do cão.

A maioria das mordidas de cachorro são evitáveis, e há muitas coisas que você pode fazer em casa e dentro de sua comunidade para ajudar a preveni-los.

Por que cachorros mordem?

Cães mordem por várias razões, mas mais comumente como uma reação a algo. Se o cão se encontra em uma situação estressante, ele pode morder para se defender ou seu território. Cães podem morder porque estão assustados ou assustados. Eles podem morder porque se sentem ameaçados. Eles podem morder para proteger algo que é valioso para eles, como seus filhotes, sua comida ou um brinquedo.

Cachorros podem morder porque não estão se sentindo bem. Eles podem estar doentes ou doloridos devido a lesões ou doenças e podem querer ser deixados em paz. Cães também podem morder e morder durante o jogo. Mesmo que beliscar durante o jogo possa ser divertido para o cão, pode ser perigoso para as pessoas. É uma boa ideia evitar lutar ou jogar cabo de guerra com seu cachorro. Esses tipos de atividades podem deixar seu cão muito animado, o que pode levar a um mamilo ou uma mordida.

O que você pode fazer para evitar mordidas de cachorro

Socialização
A socialização é uma boa maneira de ajudar a evitar que seu cão morda. Socializar seu animal de estimação ajuda seu cão a se sentir à vontade em diferentes situações. Ao apresentar seu cão a pessoas e outros animais enquanto ele é um filhote, ele se sente mais confortável em diferentes situações à medida que envelhece. Também é importante usar uma coleira em público para ter certeza de que você é capaz de controlar seu cão.

Propriedade responsável de
animais de estimação A propriedade responsável do animal de estimação constrói uma base sólida para a prevenção de mordidas de cães. Os fundamentos da posse responsável do cão que podem ajudar a reduzir o risco de mordidas de cachorro incluem selecionar cuidadosamente o cão que é certo para sua família, treinamento adequado, exercício regular e castração ou pagamento do seu animal de estimação.

Educação
Eduque a si mesmo e seus filhos sobre como — ou se — se aproxime de um cão.

Evite situações
de risco É importante saber como evitar a escalada de situações de risco e entender quando você deve ou não interagir com cães. Você deve evitar acariciar um cão nesses cenários:

  • Se o cão não está com seu dono
  • Se o cão está com seu dono, mas o dono não dá permissão para acariciar o cão
  • Se o cachorro estiver do outro lado de uma cerca, não entre em contato com uma cerca para acariciar um cachorro.
  • Se um cão está dormindo ou comendo
  • Se um cão está doente ou ferido
  • Se um cão está descansando com seus filhotes ou parece muito protetor de seus filhotes e ansioso com sua presença
  • Se um cachorro está brincando com um brinquedo
  • Se um cão está rosnando ou latindo
  • Se um cão parece estar se escondendo ou procurando tempo sozinho

Preste atenção à linguagem corporal
Ler a linguagem corporal de um cão também pode ser útil. Assim como as pessoas, os cães dependem de gestos corporais, posturas e vocalizações para se expressarem e se comunicarem. Embora nem sempre possamos ler a linguagem corporal de um cão com precisão, ele pode nos dar pistas úteis sobre se um cão está se sentindo estressado, assustado ou ameaçado.

Fonte: Dog bite prevention | American Veterinary Medical Association (avma.org)

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd