No Brasil há mais faculdades de veterinária do que a soma de todas as existentes no mundo

13 de novembro de 2020

Por Luiz Octavio Pires Leal

Em números redondos: 450 no Brasil x 380 no mundo.

Convido o leitor, médico veterinário ou leigo, para me ajudar a encontrar o adjetivo mais adequado para essa situação: * imoralidade? * indecência? *prostituição do ensino? *absurdo? *irresponsabilidade do MEC? * ineficiência das instituições de defesa da profissão?

Enviei um questionário para uma seleção de 21 médicos veterinários de qualidades morais, éticas e profissionais comprovadas, perguntando as respectivas opiniões sobre esse assunto assim como as sugestões para solucionar o problema.

O que segue é um resumo das respostas.

  • É unânime a opinião de que a única justificativa é que trata-se de uma atividade meramente comercial.
  • Não existem professores na quantidade exigida por esse grande número de faculdades.
  • O ensino da medicina veterinária exclusivamente à distância é um total absurdo.
  • Dentre essas 450 – ou mais – faculdades existentes, estão incluídas as várias oficiais e particulares de boa qualidade.
  • Animadas pela importância econômica dos pet shops, muitas faculdades concentram o ensino nos animais de companhia.
  • Grande parte dessas verdadeiras indústrias de ensino, ignoram a amplitude da profissão veterinária e desconsideram o seu ensino.
  • Muitas dessas faculdades comerciais não dispõem das condições materiais e pessoais para lhes possibilitar um ensino ao menos razoável.
  • Essas faculdades de fachada estão jogando no mercado jovens inteiramente despreparados para enfrentar o mercado de trabalho.
  • Nossas instituições, por limitações legais ou simplesmente concentradas em beneficiar suas diretorias não enfrentam esse problema, como era de se esperar.
  • Profissionais da mais alta responsabilidade, depois de várias tentativas, desistiram de lutar para solucionar esse problema do excesso de faculdades de veterinária.
  • Muitos entendidos do assunto, afirmam que a solução é só autorizar o exercício da profissão, com a necessária inscrição nos Conselhos, aos aprovados num exame, como acontece com a OAB.
  • Muitos acreditam que o Sistema CRMVs – CFMV não presta serviços à classe na proporção do muito dinheiro que arrecadam. A explicação é que trata-se de um Sistema excessivamente burocratizado, ultrapassado e que precisa ser urgentemente modernizado.
  • É opinião dominante que essas faculdades meramente comerciais, sem as mínimas condições de oferecer um ensino de qualidade, devem ser fechadas após a avaliação de uma comissão de independência, competência, moral, ética, coragem e objetividade inquestionáveis.
  • Também é do desejo da maioria dos entrevistados que, após o fechamento das faculdades de mentirinha, deve ser criado um sistema correto, apolítico e honesto de autorização de novas faculdades, respeitado um longo período de proibição, saneador.
  • É consensual a idéia de que essas falsas faculdades são verdadeiras usinas de frustração de pais e de alunos que se sacrificam para obter diplomas de pouco ou nenhum valor no mercado de trabalho.

Fonte: Animal Business Brasil – seção formação e prática 11/11/2020

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd