Menino escolhe um cão velho para adotar, para que ele possa ter um final de vida feliz

31 de janeiro de 2021

É sempre bom lembrar: não compre, adote! É o caso deste menino Tristan, com coração de ouro.

Muitas organizações não se cansam de promover campanhas de adoção e não a compra de animais.

Essa é a triste história de Shey, uma poodle miniatura de 14 anos, que foi abandonada em um abrigo, Liga de Resgate de Animais de Iowa, pela estúpida razão de que sua família iria se mudar e não levaria o animal.

O cachorro quase não tinha dentes, era surdo, quase cego, em condições realmente deprimente.

Mas, após 4 meses, um anjo chamado Tristan apareceu, um menino com um coração de ouro, que chegou às portas do abrigo, querendo adotar um filhote, mas assim que Tristan conheceu Shey, a conexão dos dois foi imediata.

“Shey adorou Tristan desde o início da visita”, disse Jessica.

A equipe do abrigo começou a avisá-los de todas as limitações de Shey, que não eram poucas, mas Tristan não se importou.

Ele estava disposto a fazer o que fosse necessário para levar Shey para casa e dar-lhe seus melhores anos.

Tristan quis realmente adotá-lo e justamente porque ele era o mais velho cão do abrigo.

Então a equipe ficou sem palavras quando viu que o menino pegou seu telefone e no calendário ele começou a registrar as datas das futuras vacinas e todos os medicamentos que Shey iria precisar tomar.

Ele disse que já tinha um lugar reservado para ele em sua casa.

“Nós estamos dispostos a adotá-lo e temos a certeza, no que se refere aos cães mais velhos, que estamos fazendo algo por eles que outras pessoas não irão fazer”, disse a mãe de Tristan”.

Jessica Jorgenson, da Animal Rescue League, ficou admirada com a atenção às necessidades de Shey que Tristan dispunha.

Sem dúvida, estava convencida de que Shey estaria em boas mãos.

“Shey está muito feliz. Abraçar agora é seu passatempo favorito com Tristan”, escreveram na página do abrigo.

E o amor e a bondade de Tristan era imenso. Ao passar pelo abrigo, ele percebeu que havia muito mais cães com necessidades, então ele disse à mãe que eles deveriam fazer algo sobre isso.

E como sua mãe tem uma loja de roupas, ele sugeriu que eles estabelecessem um dia em que a renda das vendas fosse destinada aos cães que tivessem mais dificuldade para serem adotados, para ajudá-los a encontrar um lar.

Então eles nomearam as “terças-feiras de Tristan”, o dia em que uma porcentagem das vendas iria para o abrigo.

Shey passou os dias mais felizes de sua vida com Tristan e muitas vezes eles visitaram o abrigo.

Até que um certo dia eles publicaram em sua página as dolorosas notícias que eles temiam e sabiam que um dia viria.

«Lamentamos dizer que Shey faleceu recentemente. A perda de seu amigo abateu Tristan, mas ele estava feliz por ter lhe proporcionado amor em seus últimos meses de vida.

Apesar de estar de luto por Shey, ele disse a seus pais que queria retornar à ARL para encontrar outro cão mais velho que precisasse de ajuda”, escreveram na página do abrigo.

Então foram para o abrigo novamente, e o menino pegou outro cachorro chamado Gus. Assim como Shey, ele estava doente e velho.

Mas em um determinado momento Tristan começou a chorar lembrando-se de tudo o que viveu com Shey. Incrivelmente, Gus se aproximou e lambeu suas lágrimas.

Era óbvio que Tristan já tinha um novo amigo para levar para casa.

“Estamos tão felizes que Tristan agora tem um novo amigo para ajudar a curar seu coração, e que Gus tem um amigo incrível para amar”, disse Jessica.

História linda e emocionante! Isso é uma vida que importa recebendo o valor que merece! (MárciaSchmian)

Adaptação de texto: Vida que Importa

Fonte: https://www.zoorprendente.com/

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd