CRMV-MG Esclarece: médicos-veterinários estão no grupo prioritário, mas ainda devem aguardar as próximas fases para o recebimento das vacinas

6 de fevereiro de 2021

O CRMV-MG esclarece que, segundo o Ministério da Saúde, os médicos-veterinários estão incluídos no rol de profissionais da área de saúde, portanto, prioritários para receber a vacina contra a covid-19.

No entanto, neste primeiro momento, em Minas Gerais, seguem sendo vacinados somente aqueles profissionais de saúde que atuam na ponta da linha, em hospitais, centros de saúde, UPAs, entre outras áreas. Desta forma, é necessário que os médicos-veterinários aguardem as primeiras fases de vacinação, até que o plano prossiga para os demais grupos prioritários dos profissionais de saúde.

O Conselho reitera ainda que, são os municípios quem definem, com base nas orientações do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde, e da disponibilidade das vacinas, quais serão os próximos grupos a serem vacinados. Assim, é necessário que os profissionais se informem através das prefeituras de suas respectivas cidades, a respeito das etapas de vacinação.

Confira abaixo a orientação do Governo do Estado de Minas Gerais aos municípios, através da Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.314, em consonância com o Programa Nacional de Imunizações, sobre como devem ser elencados os prioritários de vacinação, dentre os profissionais de saúde:

 

1. Trabalhadores dos hospitais (públicos e privados) que realizam atendimento de COVID-19: todos os trabalhadores de saúde, exceto setor administrativo;

2. Trabalhadores do serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e equipes de remoção de pacientes com suspeita de COVID-19;

3. Trabalhadores dos serviços de atendimento hospitalar e pré hospitalar de urgência e emergência (UPAs e PAs): todos os trabalhadores de saúde administravo;

4. Trabalhadores da área da saúde de laboratórios (públicos e privados) que realizam a coleta de amostra de COVID-19;

5. Trabalhadores da Atenção Primária à Saúde e Centros de Referência COVID-19: trabalhadores envolvidos diretamente na atenção para cas confirmados de COVID-19.

6. Trabalhadores da área da saúde de serviços especializados que atuam na prestação de serviços às unidades COVID-19;

7. Trabalhadores da área da saúde de laboratórios (públicos e privados);

8. Trabalhadores das Secretarias Municipais de Saúde e Secretaria Estadual de Saúde que, em razão de suas avidades, tenham contato com o público.

9. Demais trabalhadores da saúde.

Fonte: CRMV – MG

Comentar esta notícia

Você precisa estar logado para comentar as notícias.
Desenvolvido por logo-crowd