Principais características demográficas e nosológicas das doenças da cavidade oral de cães atendidos em um serviço de odontologia veterinária*

10 de março de 2021

Main demographic and nosological characteristics of diseases of the oral cavity of dogs treated at a veterinary dentistry service

Autores

Brenda Auad Martins Pinto, Andrei Ferreira Nicolau da Costa, Claudia Coelho Youle, Mário dos Santos Filho, Eduardo Butturini de Carvalho

Resumo

Afecções da cavidade oral como o cálculo dentário (CD) e a doença periodontal (DP) são frequentes na clínica de cães e têm grande impacto na saúde e qualidade de vida dos pacientes acometidos. No entanto, a adoção de medidas preventivas ainda é difícil, uma vez que a frequência das doenças da cavidade oral em cães ainda é pouco compreendida no Brasil. O objetivo deste estudo foi avaliar características demográficas e nosológicas, como os hábitos alimentares e de manejo de escovação, dos distúrbios da
cavidade oral de 198 cães atendidos no período compreendido entre 2013 e 2019, em um serviço de odontologia veterinária, na cidade do Rio de Janeiro. A maioria dos cães atendidos não tinha raça definida. Entre os de raça pura, Yorkshire Terrie foi a mais prevalente, não havendo distinção significativa entre o gênero, em todos os casos. Quanto à idade, observou-se uma predominância
de animais de meia idade a idosos, com faixa etária acima dos sete anos. Dentre as afecções mais prevalentes, o destaque se deve ao cálculo dentário e à doença periodontal, seguidos por gengivite e halitose. Quanto aos hábitos dos tutores, notou-se baixa adesão à realização de escovação rotineira, e um alto percentual no fornecimento de petiscos. Avaliando-se os resultados e relacionando-os aos hábitos alimentares dos pacientes, surge a hipótese de que a alimentação à base de ração comercial, de alguma forma possa contribuir para evolução do cálculo dentário, necessitando estudos com maior amostragem para elucidação.

Palavras-chave

Cálculo dentário, doenças periodontais, hábito alimentar, medicina preventiva.

Abstract

Diseases of the oral cavity, such as Dental Calculus (DC) and Periodontal Disease (PD), are frequent in the dog clinic and have a great impact on the health and quality of life of affected patients. However, the adoption of preventive measures is still difficult, since the epidemiology of diseases of the oral cavity is still poorly understood in Brazil. The aim of this study was to evaluate demographic and nosological aspects – such as feeding and brushing habits – of disorders of the oral cavity of 198 dogs treated
in the period between 2013 and 2019, in a veterinary dentistry service, in the city of Rio de Janeiro. The most prevalent breeds were mixed breed dogs, followed by Yorkshire Terries, with no significant distinction between the gender. As for age, there was a predominance of animals from middle age to the elderly, with ages above seven years old. Among the most prevalent conditions, the highlight is due to dental calculus and periodontal disease followed by gingivitis and halitosis. Regarding the tutors’ habits,
there was a low level of routine brushing, and a high percentage in the supply of snacks. Evaluating the results and relating them to the eating habits of the patients, the hypothesis that comercial dog food feeding may somehow contribute to dental calculus evolution, urging studies with bigger samples for a deeper investigation.

Keywords

Dental calculus, periodontal diseases, eating habits, preventive medicine

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd