Prevalência e perfil de cães positivos para leishmaniose em um hospital veterinário do Rio Grande do Sul (2017-2019)

26 de abril de 2021

Prevalence and profile of positive dogs for leishmaniasis in a veterinary hospital of Rio Grande do Sul (2017-2019)

Autores

Carollina Mariga, Daniel Dourado Guerra Segundo, Cinthia Melazzo de Andrade, AlexandreKrause, Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho

Resumo

Este estudo teve como objetivo classificar o perfil clínico dos cães acometidos por leishmaniose no Hospital Veterinário Universitário da Universidade Federal de Santa Maria (HVU-UFSM). Para isso, foram revisados históricos clínicos dos animais atendidos no HVUUFSM no período de janeiro de 2017 a julho de 2019, por meio dos prontuários dos pacientes. Neste período, 250 animais foram suspeitos para a doença, com resultado positivo para 61 (24,4%) animais. O perfil clínico foi classificado conforme raça, gênero, idade, estado de vacinação e, então, separados de acordo com os sistemas envolvidos: digestório, neuromuscular, multissistêmico, cardiovascular, respiratório, linfático, oftálmico, urinário e tegumentar; sinais clínicos e a presença de doenças concomitantes. Este estudo revelou que a leishmaniose acomete mais animais sem raça definida (SRD), machos com dois a cinco anos de idade e acomete principalmente o sistema tegumentar, seguido do multissistêmico.

Palavras-chave

Canino, leishmaniose, perfil clínico, sinais clínicos, sistemas

Abstract

This study aimed to classify the clinical profile of dogs affected by leishmaniasis at the Veterinary Hospital of Universidade Federal de Santa Maria (HVU-UFSM). The clinical histories of the animals seen at the hospital from January 2017 to July 2019 were reviewed, using the patients’ medical records. During this period, 250 animals were suspected to have leishmaniasis and 61 (24,4%) of the animals tested positive. The clinical profiles were classified according to breed, gender, age, and vaccination status, then further separated according to the clinical signs the presence of concomitant diseases, and bodily systems involved: digestive, neuromuscular, multisystemic, hematopoietic, respiratory, lymphatic, ophthalmic, urinary and cutaneous. This study revealed that leishmaniasis most affects animals of mixed breed, particularly two to five years old males. The disease most often occurs in the cutaneous system, followed by multisystem presentation.

Keywords

Canine, clinical profile, clinical signs, leishmaniosis, systems

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd