Prevalência de parasitos potencialmente zoonóticos em cães oriundos de canis na região de Pelotas, Rio Grande Do Sul, Brasil

18 de maio de 2020

Prevalence of potentially zoonotic parasites in dogs from kennels in the Pelotas
region, Rio Grande Do Sul, Brazil

Maysa Seibert de Leão
Aluna da graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel
Endereço: Avenida Eliseu Maciel, Campus Universitário, S/N - Capão do Leão – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
Julia Somavilla Lignon
Médica Veterinária, Mestranda em Sanidade e Reprodução Animal pela Universidade Federal de
Santa Maria
Instituição: Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
Endereço: Av. Roraima nº 1000, Cidade Universitária, Prédio 20, Sala 4200 – Camobi – Santa
Maria – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
Tainá Ança Evaristo Mendes Cardoso
Aluna da graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel
Endereço: Avenida Eliseu Maciel, Campus Universitário, S/N - Capão do Leão – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
João Luis Trojan Camassola
Aluno da graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel
Endereço: Avenida Eliseu Maciel, Campus Universitário, S/N - Capão do Leão – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
Alexsander Ferraz
Médico Veterinário, Doutorando em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel
Endereço: Avenida Eliseu Maciel, Campus Universitário, S/N - Capão do Leão – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
Tatiana de Ávila Antunes
Médica Veterinária, especialista em Doenças e Zoonoses Parasitárias pela Universidade Federal de
Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel
Endereço: Avenida Eliseu Maciel, Campus Universitário, S/N - Capão do Leão – RS, Brasil
E-mail: [email protected]
Felipe Geraldo Pappen
Médico Veterinário, Professor de Doenças Parasitárias na Universidade Federal de Pelotas
Instituição: Universidade Federal de Pelotas – UFPel

É crescente a aproximação e o convívio dos seres humanos com os animais. Estes possuem papel
importante na sociedade sendo considerados membros das constituições familiares. Esse convívio
traz diversos benefícios, no entanto, essa aproximação pode aumentar o risco das doenças
transmitidas pelos animais aos seres humanos, conhecidas como zoonoses. Entre as diversas doenças
que podem ser transmitidas dos cães aos seres humanos, destacam-se as doenças parasitárias,
causadas por helmintos e protozoários, com importância em saúde pública. Muitos destes cães, que
fazem parte das famílias, são oriundos de canis, onde estão expostos a estas parasitoses, ao viverem,
na maioria das vezes, agrupados no mesmo ambiente, permitindo maior contato direto ou indireto
com fezes contaminadas. O estudo teve como objetivo verificar a prevalência de parasitos com
potencial zoonótico em amostras fecais de caninos oriundos de canis localizados na região de Pelotas,
Rio Grande do Sul, Brasil. Utilizou-se o resultado de 113 amostras fecais processadas no laboratório
do Grupo de Estudos em Enfermidades Parasitárias (GEEP), da Faculdade de Veterinária, na
Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Técnicas como Willis-Molay, HPJ e Faust foram
realizadas possibilitando a observação e identificação de ovos e cistos de parasitos. Do total de
amostras analisadas, entre junho de 2018 a dezembro de 2019, 81 (71,68%) foram positivas para
algum gênero parasitário. Destas, 30 (26,54%) apresentavam ovos de Ancylostoma spp.; oito (7,07%)
possuíam ovos de Toxocara spp.; seis (5,30%) foram positivas para Trichuris spp.; 12 (10,61%)
foram diagnosticadas com cápsulas ovígeras de Dipylidium spp. e 25 (22,12%) possuíam cistos de
Giardia spp. Com os resultados obtidos, verificou-se que há uma prevalência significativa de
parasitos gastrintestinais com potencial zoonótico em animais de companhia na região de Pelotas/RS,
o que constitui um risco de disseminação de zoonoses à saúde humana e animal.
Palavras-chave: disseminação; helmintos; protozoários; saúde pública; zoonoses
ABSTRACT
Human beings are becoming closer and closer to animals. These have an important role in society
and are considered members of family constitutions. This interaction brings several benefits,
however, this approach can increase the risk of diseases transmitted by animals to humans, known as
zoonoses. Among the various diseases that can be transmitted from dogs to humans, there are parasitic
diseases, caused by helminths and protozoa, which are important in public health. Many of these
dogs, which are part of the families, come from kennels, where they are exposed to these parasites,
when they live, most of the time, grouped in the same environment, allowing greater direct or indirect
contact with contaminated feces. The study aimed to verify the prevalence of parasites with zoonotic
potential in fecal samples from canines from kennels located in the region of Pelotas, Rio Grande do
Sul, Brazil. The result of 113 fecal samples processed in the laboratory of the Study Group on
Parasitic Diseases (GEEP), of the Veterinary Faculty, at the Federal University of Pelotas (UFPEL)
was used. Techniques such as Willis-Molay, HPJ and Faust were carried out allowing the observation
and identification of parasite eggs and cysts. Of the total samples analyzed, between June 2018 and
December 2019, 81 (71.68%) were positive for some parasitic genus. Of these, 30 (26.54%) had
Ancylostoma spp. eggs; eight (7.07%) had eggs from Toxocara spp.; six (5.30%) were positive for
Brazilian Journal of Development
Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 5, p. 26049-26058, may. 2020. ISSN 2525-8761
26051
Trichuris spp.; 12 (10.61%) were diagnosed with oviparous capsules of Dipylidium spp. and 25
(22.12%) had cysts of Giardia spp. With the results obtained, it was found that there is a significant
prevalence of gastrointestinal parasites with zoonotic potential in companion animals in the region of
Pelotas/RS, which constitutes a risk of zoonosis spread to human and animal health.
Key words: dissemination; helminths; protozoa; public health; zoonoses

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd