Plastinossomose em felino doméstico – relato de caso

8 de junho de 2021

Plastinosomosis in domestic feline – case report

Autores

Talita Pinal de Mello, Fernanda Fonseca Santos, Andresssa Dias de Campos, Juliana Plácido Guimarães

Resumo

A platinosomose é a infestação por trematódeo hepático observado em área endêmica, acomete o sistema hepatobiliar dos felinos, através da ingestão de lagartixa, possui etiopatogenia não elucidada, entretanto envolve três hospedeiros intermediários. A maioria dos animais são assintomáticos e a severidade está associada com a carga parasitária. As fêmeas são mais predispostas, devido ao hábito de caçar alimentos para os seus filhotes. O diagnóstico é através da anamnese, mediante histórico de exposição de caça e/ hábito de vida livre, porém o diagnóstico definitivo é por meio do exame coproparasitológico após a detecção de ovos operculados. O tratamento depende do grau de injúria que esteja ocorrendo no fígado, ducto biliar e vesícula biliar. O objetivo deste trabalho é relatar dois casos de platinossomose em dois felinos, visando a importância do diagnóstico precoce.

Palavras-Chave

Felino, Lagartixa, Ovo

Abstract

Platinosomosis is the infestation by hepatic trematode observed in an endemic area, it affects the feline hepatobiliary system, through the ingestion of lizards, has unclear etiopathogenesis, however it involves three intermediate hosts. Most animals are asymptomatic and severity is associated with the parasitic burden. Females are more predisposed due to the habit of hunting for food for their young. The diagnosis is made through anamnesis, through a history of hunting exposure and / free living habit, however the definitive diagnosis is through coproparasitological examination after the detection of
operculated eggs. Treatment depends on the degree of injury that is occurring in the liver, bile duct and gallbladder. The aim of this study is to report two cases of platinum-infosis in two cats, aiming at the importance of early diagnosis.

Keywords

Cat, Lizard, Egg.

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd