O DIREITO DOS ANIMAIS: animais como seres sencientes

11 de junho de 2021

The right of animals: animals as sentient beings

Autores

Lyandra Matos Amorim, Daniel Lopes Gameiro Ferreira

Resumo

Analisa-se o Direito animal, sendo os animais seres comprovadamente sencientes, ou seja, capazes
de sentir, tendo como foco a necessidade de melhorias na legislação para proteção deles. A temática
da pesquisa se concentra em compreender historicamente a evolução da relação entre os animais e
os seres humanos, como forma de mostrar a evolução do pensamento humano e a carência de leis
que acompanhem tal progresso. Desse modo, aborda-se todas as leis atuais em relação a proteção
animal, suas falhas e acertos, e aborda-se também alguns dos diversos projetos de lei existentes em
prol dos animais, de modo a compreender a relevância do tema e a necessidade de que o
pensamento antropocêntrico perca espaço na sociedade, dando abertura a uma visão coletiva de que
os animais são tão importantes quanto os seres humanos.

 

Abstract

Animal law is analyzed, animals being provenly sentient beings, that is, able to feel, focusing on the need for improvements in legislation to protect them. The research theme focuses on historically understanding the evolution of the relationship between animals and humans, as a way to show the evolution of human thought and the lack of laws that accompany progress. Thus, all current laws regarding animal protection are addressed. your failures and successes, and it also addresses some
of the various existing bills in favor of animals, in order to understand the relevance of the theme and the need for anthropocentric thinking to lose space in society, opening up to a collective view that animals are just as important as humans.

Palavras-chave

Direito animal. Proteção animal. Sencientes. Animais. Direito.

Key words

Animal law. Animal protection. Sentient. Animals.

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd