Malformações Congênitas em Cadela: Útero Unicórnio e Hipoplasia Renal – Relato de Caso

16 de outubro de 2020

Congenital Malformations in Dog: Unicornuate Uterus and Renal Hypoplasia -
Case Report

Vyctória Pinto Bessa, Pâmela Silva e Silva, Marcelo Faustino Viana Junior, Thyago Vinnicius Rodrigues Monteiro, Vanessa Anny Souza Silva, Alessandro Henrique Gonçalves Gondim Carvalho

Resumo

As anomalias congênitas do útero são raras, entre elas, a agenesia de corno uterino ou útero unicórnio é a mais frequente e normalmente é identificada durante a ovário-histerectomia. Foi levada à Clínica Veterinária Vet Company uma fêmea canina da raça Beagle de um ano e oito meses de idade e 10 kg, com histórico de incontinência urinária. A paciente é descendente de cruzamento consanguíneo e convivia com outros animais com relação parentesca, foi sugerida a ovário-histerectomia. Após avaliação clínica completa o animal foi encaminhado para a ultrassonografia demonstrando hipoplasia renal esquerda e bexiga vazia. Foi realizada a ovário-histerectomia onde foi observada a ausência do corno esquerdo, tuba uterina e ovários correspondentes.

Palavras-chave

Ovário-histerectomia, consanguinidade, agenesia.

Abstract

Congenital anomalies of the uterus are rare, among them, agenesis of the uterine horn or unicornuate uterus is the most frequent and is usually identified during ovarysapilgohysterectomy.Has been taken to the Veterinary Clinic Vet Company, a canine female Beagle, one year and eight months old and 10 kg, with a historic of urinary incontinence. The patient is a descendant of inbreeding and coexisted with other animals with a related kinship, has been suggested ovariansalpigohysterectomy. After a complete clinical evaluation, the animal was conducted to ultrasound imaging presenting left renal hypoplasia and an empty bladder. Has been performed ovary-hysterectomy where the absence of the left horn, uterine tube and corresponding ovaries was observed.

Keywords

Ovary-histerectomy, inbreeding, agenesis

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd