DIRETRIZES PARA O DIAGNOSTICO, ESTADIAMENTO, TRATAMENTO E PREVENÇÃO DA LEISHMANIOSE CANINA

14 de outubro de 2020

O Brasileish foi fundado em 17 de junho de 2011, e se constitui como uma organização não governamental, sem fins lucrativos, formada por
médicos veterinários (André Luiz Soares da Fonseca, Antônio Rodriguez, Fábio dos Santos Nogueira, Filipe Dantas Torres, Ingrid Menz, Manfredo Werkhäuser, Octávio Estevez, Paulo Tabanez, Sydnei Magno da Silva e Vitor Márcio Ribeiro), dedicados a elaboração de diretrizes para o diagnóstico, tratamento e prevenção da leishmaniose animal no Brasil e outros países da América, tendo como princípio a defesa e o respeito as vidas animal e humana. Seu principal objetivo é promover a educação continuada de médicos veterinários e a discussão com as autoridades de saúde pública sobre o diagnóstico, tratamento e prevenção da leishmaniose animal, alertando as organizações de classe, incluindo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) e Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs), sobre os avanços científicos relacionados a essa doença. O grupo também participa de ações populares relacionadas a leishmaniose animal, e mantem o diálogo direto com outras instituições profissionais e organizações não governamentais dedicadas ao controle e prevenção
da leishmaniose.

O Brasileish promove anualmente o Simpósio Internacional de Leishmaniose Visceral Canina, onde são oferecidas palestras sobre os
mais diversos temas relacionados a doença no Brasil e em outros países do mundo. Em face de evidências científicas nacionais e internacionais e com base na experiência clínica dos médicos veterinários membros doBrasileish, foram elaboradas diretrizes para o diagnóstico, estadiamento, tratamento e prevenção da leishmaniose canina (LCan).

Palavras chaves

Leishmania infantum, parasito intracelular obrigatório, Leishmaniase, leishmaniose, flebotomíneos, “mosquitos palha”, Lutzomyia longipalpis, L. cruzi, L. migonei

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd