Cutaneous mucinosis in shar-pei – Case report

18 de novembro de 2020

Mucinose cutânea em shar-pei – Relato de caso

Nayara Magalhães Rodrigues, Maria de Jesus Andréia Rabelo Accioly, Breno Queiroz Pinheiro, Juliana Furtado Lima Verde, Tiago Cunha Ferreira

Resumo

Mucinose cutânea é a deposição excessiva de mucina na derme e nos folículos pilosos, sendo frequente em cães da raça Shar-Pei devido a rugosidade da pele dos mesmos. Esta doença pode ser primária ou secundária, sendo a primária de origem genética e a secundária adquirida. A apresentação clinica é variável, podendo haver espessamento da pele, lesões vesiculares focais, multifocais ou difusas, entre outras, e os locais mais acometidos por essas lesões são os membros torácicos e pélvicos, o pescoço
e a cabeça do animal. O diagnóstico definitivo pode ser obtido através da realização do exame histopatológico. O presente trabalho objetivou relatar um caso clinico de mucinose cutânea em um canino da raça Shar-pei com lesões vesiculares localizadas nos membros anteriores, posteriores, região periocular e pavilhão auricular, as lesões continham conteúdo de coloração incolor e aspecto viscoso. O diagnóstico de mucinose cutânea foi estabelecido através do exame histopatológico e o tratamento foi instituído em dois momentos, no primeiro foi administrado mupirocina tópica e shampoo contendo fitosfingosina e fomblin, no segundo foi utilizado aceponato de hidrocortisona tópico e shampoo contendo ureia modificada e ômega-3. O animal teve remissão das lesões, sendo recomendado acompanhamento trimestral para melhor controle da doença.

Palavras chaves

Ácido hialurônico, dermatose racial, dermatite vesicular

Abstract

Cutaneous mucinosis is the excessive deposition of mucin in the dermis and hair follicles, being frequent in Shar-Pei dogs due to their skin roughness. This disease can be primary or secondary, the primary being of genetic origin and the secondary acquired. The clinical presentation is variable, with skin thickening, focal, multifocal or diffuse vesicular lesions, among others, and the places most affected by these lesions are the chest and pelvic limbs, the neck and the head of the animal. The definitive diagnosis can be obtained by performing histopathological examination. The present study aimed to report a clinical case of cutaneous mucinosis in a Shar-pei canine with vesicular lesions located on the anterior, posterior, periocular regions and pinna, the lesions contained a colorless and viscous aspect content. The diagnosis of cutaneous mucinosis was established through histopathological examination and the treatment was instituted in two moments, in the first, topical mupirocin and shampoo containing phytosphingosine and fomblin were administered, in the second, topical hydrocortisone aceponate and shampoo containing modified urea and omega-3 were used. The animal had remission of the lesions, and quarterly monitoring was recommended for better control of the disease.

Keywords

Hyaluronic acid, racial dermatosis, vesicular dermatitis

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd