COVID-19 e os animais domésticos: há alguma evidência de relação entre eles?

9 de maio de 2020

COVID-19 e os animais domésticos: há alguma evidência de relação entre eles?
COVID-19 and the domestic animals: are there some evidence relationship
between them?
Osayanne Fernandes Martins Lopes1 , Naelson Railson de Sousa Gomes1 , Daniela Reis Joaquim de Freitas2 , Luanna
Soares de Melo Evangelista2

o: esta revisão buscou informar, por meio da literatura, pesquisas que abordassem a relação entre COVID-19 e os animais domésticos. Métodos:
foram selecionados 29 trabalhos nas diferentes bases de dados, datados de 2003 a 2020, e os descritores utilizados foram: “coronavirus animals”, “SARSCov-2 animals”, “SARS-Cov-2 canine”, “SARS-Cov-2 feline”. Resultados: poucos trabalhos já foram realizados em animais com o objetivo de comprovar
se eles podem se infectar com SARS-Cov-2 e transmitir a doença para outros animais e humanos. Os animais que já foram testados positivos com a
COVID-19 não apresentaram sinais clínicos da doença, com exceção de alguns felinos, e, possivelmente, contaminaram-se por meio de humanos infectados.
Conclusão: No momento, há alguns questionamentos sobre a possibilidade de transmissão humano-animal, não havendo, ainda, nenhuma informação
científica comprovada de que cães e gatos sejam importantes transmissores na cadeia epidemiológica da COVID-19, sendo necessários mais estudos e o
monitoramento contínuo de animais de estimação.
Palavras-chave: SARS-Cov-2. Transmissão. Cães. Gatos.

This review sought to inform, through the literature, research that addressed the relationship between COVID-19 and domestic animals.
Methods: Twenty-nine works were selected in the different databases, dating from 2003 to 2020 and the descriptors used were: “coronavirus animals”,
“SARS-Cov-2 animals”, “SARS-Cov-2 canine”, “SARS-Cov-2 feline”. Results: Few studies have been carried out on animals with the aim of proving whether
they can become infected with SARS-Cov-2 and transmit the disease to other animals and humans. The animals that have already been tested positive with
COVID-19 did not show clinical signs of the disease, except for a few felines, and possibly contaminated by infected humans. Conclusion: At the moment,
there are some questions about the possibility of human-animal transmission, and there is still no proven scientific information that dogs and cats are
important transmitters in the epidemiological chain of COVID-19, and further studies and ongoing monitoring of pets are required.
Key words: SARS-Cov-2. Streaming. Dogs. Cats.

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd