Comparação entre métodos para o cálculo de avanço da tuberosidade tibial em cães: estudo em 80 joelhos

26 de outubro de 2020

Comparison of methods for calculating tibial tuberosity advancement in dogs: a study of 80 knees

Maria Isabel Rocha Sampaio, Fabiano Sellos Costa, Sabrina Cândido Trajano, Eduardo Alberto, Tudury

Resumo

Uma das técnicas cirúrgicas atuais mais populares para o tratamento da ruptura do ligamento cruzado cranial é o avanço da tuberosidade tibial (TTA). Esta pesquisa teve como objetivo comparar cinco métodos de cálculo desse avanço descritos por Dennler et al. (2006), Hoffmann et al. (2006), Vezzoni (2010), Ness (2011) e Koch (2016), verificando entre os dois joelhos do mesmo animal, se a quantidade de avanço necessária seria a mesma. Para isso os dois joelhos de 40 cães foram radiografados. No presente estudo observou-se que não há diferença significante entre os métodos de Hoffmann, de Ness e de Koch, porém há diferença entre tais métodos e os métodos de Dennler e de Vezzoni pré estabelecidas. Houve também índice de confiança moderado ao comparar o método do quadro pré definido com todos os outros métodos, assim como o da tangente comum com todos os outros métodos, exceto o do platô tibial, que demonstrou um índice
de confiabilidade bom. Tal resultado positivo também foi observado ao comparar os demais métodos entre si. Quanto ao lado, não foi observada diferença significante entre membros direito e esquerdo, exceto no método descrito por Ness (2011) (p = 0,038).

Palavras-chave

Articulação femoro-tibio-patelar; ortopedia veterinária; tuberosidade da tíbia.

Abstract

One of the most popular current surgical techniques for the treatment of cranial cruciate ligament rupture is tibial tuberosity advancement (TTA). The main objectives were to compare the advancement calculation methods described by Dennler et al. (2006), Hoffmann et al. (2006), Vezzoni (2010), Ness (2011) and Koch (2016), also checking between the two stifles of the same animal. For this, 80 knees from 40 dogs were used. It was observed that there is no significant difference between the Hoffmann, Ness and Koch methods, but there is a difference between such methods and the Dennler and Vezzoni methods. There was also a moderate confidence index when comparing the pre-defined frame method with all other methods, as well as the common tangent with all other methods except the tibial plateau method, which demonstrated a good reliability index. This positive result was also observed when comparing the other methods among themselves. As to the side, no significant difference was observed between right and left limbs, except in the method described by Ness (2011) (p =0.038).

Keywords

Femoro-tibio-patellar joint; veterinary orthopedics; tibial tuberosity.

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd