Avaliação do nível de estresse em cadelas de abrigo submetidas a um período de adaptação de sete dias em canis experimentais

29 de abril de 2020

Evaluation of the stress level in female shelter dogs undergoing a seven-day adaptation period in
experimental kennels]

Fernanda Vieira Henrique, Roberta Nunes Parentoni, Angélica Ramalho Araújo Leite, Dayvi Vianês Farias Lucena, Rodrigo Gustavo Dantas dos Santos, Almir Pereira de Souza,
Pedro Isidro da Nóbrega Neto

Resumo
Objetivou-se avaliar o nível de estresse em cadelas em canis experimentais durante sete dias. Foram utilizadas
dez cadelas, pesando 12,96±3,19 kg com idade de 3,4±2,6 anos, provenientes da Associação Patoense de
Proteção aos Animais. Amostras de sangue foram coletadas para determinação do cortisol e da glicemia. Foram
mensuradas, frequências cardíaca e respiratória, temperatura retal e pressões arteriais sistólica, média e
diastólica. Para avaliar clinicamente o estresse foi utilizado um Escore Composto de Estresse. O estresse obtido
foi classificado em discreto (escores de 0 a 6), moderado (escores de 7 a 14) e intenso (escores >14). Na
análise estatística utilizou-se o programa computacional Bioestat 5.0 ao nível de 5% de significância.
Observou-se um decréscimo do cortisol, porém, estatisticamente, apenas 144 (0,60±0,67 µg/dL) e 168 horas
(0,55±0,55 µg/dL) após a chegada dos animais ao canil o cortisol diferiu do momento basal (2,78±2,7 µg/dL).
O estresse foi classificado em discreto em todos os momentos (escores <6). As cadelas deste experimento não
perceberam a admissão ao canil como um potencial estressor. Sugere-se que seis dias são suficientes para
cadelas se adaptarem a um novo ambiente.
Palavras-chave: canino; cortisol; glicemia.

The objective of this study was to evaluate the stress level in female dogs in experimental kennels for seven
days. Ten female dogs, weighing 12.96±3.19 kg and aged 3.4±2.6 years, from the Patoense Association for
the Protection of Animals were used. Blood samples were collected to determine cortisol and blood glucose
levels. Heart and respiratory rate, rectal temperature, and systolic, mean and diastolic arterial pressure were
measured. To clinically evaluate stress, we used a Stress Composite Score. Stress was classified as discreet
(score 0 to 6), moderate (scores 7-14), and intense (score >14). Statistical analyses were performed using the
computer program Bioestat 5.0 at a 5% significance level. There was a decrease in the cortisol; however,
statistically, only 144 (0.60±0.67 μg/dL) and 168 hours (0.55±0.55 μg/dL) after the arrival of the animals at
the kennel did the cortisol differ from the baseline (2.78±2.7 μg/dL). Stress was classified as discreet in all
time points (scores <6). The female dogs of this experiment did not perceive the admission to the kennel as a
potential stressor. It is suggested that six days is enough for female dogs to adapt to a new environment.
Keywords: canine; cortisol; blood glucose

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd