Aspectos clínicos, ultrassonográficos e histopatológicos de sertolioma em paciente canino.

11 de junho de 2020

Clinical, ultrasound and histopathological aspects of sertolioma in a canine patient.
Amanda Bricio Pereira de Andrade¹, Belarmino Eugênio Lopes Neto2
, Francisco Felipe de
Magalhães3
________________________________________________________________________________________________________________________
Resumo: O tumor das células de Sertoli é uma neoplasia comum em cães machos não castrados
de idade avançada, geralmente apresentando comportamento benigno. O aumento testicular é a
primeira fonte de suspeita da afecção e a ultrassonografia pode ser utilizada para localizá-la e
caracterizá-la. No entanto, a análise histopatológica é necessária para o diagnóstico definitivo e a
orquiectomia é o tratamento mais indicado. Este trabalho tem por objetivo relatar um caso de
sertolioma em um cão doméstico da raça Pastor de Shetland de 13 anos de idade atendido no Hospital
Veterinário Sylvio Barbosa Cardoso (HVSBC) da Universidade Estadual do Ceará (UECE) em
12/09/2019 com aumento testicular direito. Foi realizada avaliação clínica e ultrassonográfica
testicular, onde visibilizou-se imagem ecogênica de ecotextura heterogênea em parênquima testicular
direito com vascularização interna evidente. Depois da realização de exames hematológicos e
cardíacos, o animal foi encaminhado para a realização da orquiectomia bilateral. O laudo do
histopatológico concluiu presença de neoplasia que reproduz células de Sertoli do tipo intratubular.
Foi recomendado que o animal ficasse em observação e realizasse exames periódicos, principalmente
devido à idade avançada. O sertolioma apresenta baixo potencial metastático, não sendo necessária a
associação com outros tratamentos, no entanto requer cuidado e atenção por parte do médico
veterinário, uma vez que para confirmar a cura se faz necessária a realização de exames periódicos
com o acompanhamento do médico veterinário.
Palavras chaves: Testículo, neoplasia, andrologia, ultrassonografia, histopatologia.
Abstract: The tumor of the Sertoli cells is a common neoplasm in non-neutered male dogs of
advanced age, generally showing benign behavior. The testicular growth the first signal for suspects of
the affection and ultrasound can be used to locate and characterize it. However, histopathological
analysis is necessary for the definitive diagnosis and orchiectomy is the most indicated treatment. This
work aims to report a case of sertolioma in a 13-year-old domestic Shetland Shepherd dog treated at
Hospital Veterinário Sylvio Barbosa Cardoso of the State University of Ceará in September 12th of
2019 with right testicular enlargement. A testicular clinical and ultrasound evaluation was performed,
where an echogenic image of heterogeneous echotexture was seen in the right testicular parenchyma
with evident internal vascularity After the performance of hematological and cardiac exams, the
animal was forwarded to bilateral orchiectomy. The histopathological report concluded the presence of
a neoplasm that reproduces Sertoli cells of the intratubular type. The animal received
recommendations to be under observation, and to perform periodic exams mainly in association with
its advanced age. The sertolioma presents a low metastatic potential, not being necessary the
association with other treatments, nonetheless, requiring caution and attention of the veterinarian, once
the confirmation of the cure is made necessary for the realization of periodic exams with the
veterinarian monitoring.
Key-words: Testicle, neoplasm, andrology, ultrasound, histopathology

Comentar este artigo

Você precisa estar logado para comentar os artigos.
Desenvolvido por logo-crowd